5 passos para morar sozinho sem passar sufoco

5 passos para morar sozinho sem passar sufoco

Morar sozinho é o desejo de muitas pessoas, afinal todo mundo quer ter independência e liberdade para fazer o que quiser.

Porém, morar sozinho também tem seus custos. Por isso, antes de definir isso como objetivo, é necessário ter feito um plano para não passar sufoco quando esse momento chegar.

Um grande problema entre a maioria das pessoas é serem ansiosas de mais nesse processo. Mas a verdade é que sempre terá a hora certa para você sair da casa dos familiares e ter sua própria vida.

Mas mesmo sabendo disso se quer sair de vez, resolvi te ajudar com alguns passos para não passar aperto. E assim ter a casa dos seus sonhos sem nenhuma dificuldade financeira.

5 passos para morar sozinho sem passar sufoco

1. Tenha uma meta

Quando falamos de meta muitas pessoas se confundem com isso. Já que acreditam que querer morar sozinho já é uma meta, mas é muito mais do que isso.

A definição da meta irá servir para te guiar nesse processo, te manter de cabeça erguida e ainda saber os passos a serem seguidos. Isso porque toda meta possui um prazo, ações e valores, a partir disso, vai ver que no final das contas não é um processo tão difícil.

Por isso tenha uma meta objetiva e clara. Estabeleça uma data para fazer a mudança, quanto precisa e os passos para essa conquista. Assim ficará mais fácil de seguir o plano do início ao fim.

2. Não comece com dívidas

Um grande erro entre as pessoas que querem morar sozinhas é começar todo esse processo com dívidas para pagar. A verdade é que quanto mais velhas vão ficando as pessoas, mais responsabilidades elas tem.

Porém, quando você entra no processo de sair da casa de familiares e ter sua própria tudo precisa estar em dia. Pois estará assumindo contas maiores que não poderão ser atrasadas.

Sendo assim, se tem dívidas, o primeiro passo é eliminá-las. Se necessário procure maneiras de ganhar hora extra e assim acelerar esse processo.

Passos para morar sozinho

3. Escolha uma casa que caiba no seu bolso

Na hora de escolher em qual casa ou apartamento morar todo mundo fica animado. Aliás é um processo extremamente gostoso e que na maioria das vezes as pessoas ficam muito ansiosas.

Mas entenda que não pode, de maneira, alguma escolher uma casa que tenha um valor maior do que de fato você consegue pagar. É necessário que o valor do aluguel ou das prestações sejam de até 40% do seu salário.

Para que 20% seja das despesas e o resto para outros afazeres. Por isso tenha muita atenção na hora de escolha. Isso irá evitar que você entre em uma grande dívida depois.

4. Vá com calma

Ir com calma é o passo mais complicado para muitos, mas que querendo ou não é importante. A necessidade de mudar rápido acaba prejudicando o seu sonho e te trazendo várias dores de cabeças futuras.

É importante que você tenha paciência e não aceite qualquer proposta que as pessoas te enviarem, mesmo que sejam tentadoras. Faça todo um planejamento com calma, paciência e sem deixar nenhum gasto faltar.

5. Invista

E para finalizar, a última dica para não passar sufoco é investindo. É necessário que junte um dinheiro para que possa comprar os objetos iniciais para a sua casa.

Além disso, você precisará também criar um fundo de emergência de pelo menos 6 meses de despesas. Para que caso não consiga pagar a sua casa, saiba que tem esse dinheiro guardado.

O investimento será o seu melhor amigo nessa situação. Uma vez que irá investir em alguma renda fixa e fazer o seu dinheiro lucrar. Isso irá acelerar o processo e te ajudar a ter controle r não gastar o dinheiro do seu sonho.

Já anotou as dicas acima? Quando pretende morar sozinho? Conte para nós os seus planos!

Não esqueça: CLIQUE AQUI para conhecer o Programa Mente Rica!

Você também pode gostar

Deixe um comentário