8 dicas para não estourar o orçamento na reforma

8 dicas para não estourar o orçamento na reforma

É muito comum começarmos uma reforma e nos empolgando tanto que no meio da obra aparecem outras coisas e quando nos damos conta, a casa toda está em reforma. E não tem orçamento que dê conta!

Mas se o seu orçamento é mais limitado, é fundamental que faça um planejamento com bastante antecedência. Caso contrário, pode acabar se endividando e gastando bem mais do que o planejado.

Se você está pensando em fazer uma reforma na sua casa, veja aqui algumas dicas para não estourar o orçamento.

Dicas para não estourar o orçamento na reforma

Separamos aqui dicas para te ajudar a não estourar o orçamento na reforma:

1. Fazer um planejamento

O ideal é que antes de dar início à reforma, que você tenha muito bem definidas quais são as suas prioridades. E principalmente, quanto você tem para gastar.

Quando você faz um planejamento, vai te ajudar a ter uma melhor ideia do que poderá fazer e o que terá que adiar mais um pouco.

Já imaginou começar a fazer uma reforma na cozinha e depois não ter dinheiro para colocar a pia ou torneiras?

Lembrando que além de estabelecer um teto para os gastos, procure sempre ter um valor a mais, porque imprevistos podem acontecer.

2. Estabelecer prazos

A partir do momento que você estabelece prazos, fica mais fácil de seguir o planejamento. Por exemplo, se o prazo para reformar a sala foi de 1 mês, faça de tudo para fazer isso dentro do prazo.

E não parta para outro cômodo da casa sem ter terminado a sala.

Procure conversar com profissionais da área para que esses prazos sejam mais realistas. Mas mesmo assim, tenha consciência que acidentes de percurso podem ocorrer e você precisa estar preparado para modificar seus planos, caso seja necessário.

Você sabe que quanto mais pessoas em casa, a probabilidade da reforma não conseguir fechar no prazo é enorme. Se possível, durante a reforma, uma dica é se mudar para a casa de algum parente ou até mesmo alugar um espaço temporário.

3. Compare preços

Antes de iniciar a reforma, faça uma pesquisa dos materiais necessários e compare os preços. Saiba que pode economizar bastante nessa hora, pois há uma variação muito grande entre as lojas.

Uma sugestão é o pagamento à vista, onde pode ter descontos bem vantajosos. Mas se não for possível, sempre prefira parcelamentos sem juros e, principalmente, parcelas que cabem no seu orçamento.

4. Escolha materiais de qualidade

É claro que você quer economizar, mas isso não quer dizer que só olhe para o preço dos materiais e não a sua qualidade.

Saiba que existem casos onde as pessoas compram materiais de baixa qualidade e que depois estouram o orçamento porque tem que ser trocados. Por isso, procure sempre aliar preço à qualidade.

8 Dicas para não estourar o orçamento na reforma

4. Contrate profissionais especializados

Sabe aquele velho ditado ‘o barato sai caro?’ Então, isso se aplica aqui perfeitamente.

Muitas vezes, contratamos profissionais mais baratos, só que não são especializados. E aí você corre o risco de ter sérios problemas na sua reforma e gastar muito mais.

Peça indicações a parentes e amigos, de forma que não tenha nenhum tipo de problema.

5. Recicle móveis

Uma dica para economizar bastante é reciclar móveis antigos. Sai muito mais barato do que comprar um móvel novo.

Hoje em dia na internet, existem vários tutoriais que ensinam a ‘fazer você mesmo’, onde basta colocar a imaginação para funcionar e você será capaz de dar uma repaginada na sua casa.

Uma outra ideia é você mesmo colocar a mão na massa, como por exemplo, pintar uma parede ou colocar adesivos decorativos.

6. Ter uma reserva de emergência

Isso já foi dito no momento do planejamento, mas vale a pena reforçar. Durante uma obra, é muito comum surgirem alguns imprevistos, como um cano estourado ou uma troca de fiação elétrica.

Então, o ideal é que antes mesmo de iniciar a reforma, já estabeleça e separe um dinheiro para possíveis imprevistos. E caso não seja preciso, melhor ainda.

O que não pode é você se endividar por gastos extra que estavam fora do seu planejamento.

7. Não compre nada antes do planejamento

É muito comum, mesmo antes de estabelecer o planejamento, já irmos comprando alguns materiais apenas porque estão mais baratos. Mas será você vai usar esses materiais na sua reforma?

E se não for, pense em quanto dinheiro desperdiçado. E além do mais, alguns materiais daqui a 3 ou 6 meses podem acabar se deteriorando e não poderão ser usados.

Assim, você corre o risco de não ter mais dinheiro para concluir a obra, o que leva a estourar o orçamento.

8. Veja qual é o seu limite

Muitas vezes, dependendo do que você pretende, o custo de uma reforma pode era tão caro, que se equivale a um preço de imóvel.

É fundamental que o valor gasto não comprometa o seu orçamento e que não crie dívidas por causa da reforma. Em alguns casos, é melhor guardar um pouco mais de dinheiro e fazer depois a reforma.

A ideia aqui é você nunca fazer uma reforma se não tiver condições financeiras. Ou você se endivida ou corre o risco de uma reforma inacabada.

Reformar não é sinônimo de problemas

Quando ouvimos a palavra reforma, a primeira coisa que vem em mente é dor de cabeça. Realmente, se você não tiver um planejamento bem elaborado, com certeza vai ter muita dor de cabeça.

E não é só em relação ao estresse e os aborrecimentos, mas especialmente porque você pode se dar conta que estourou o orçamento.

Agora, se seguir as dicas acima, além de não estourar o seu orçamento, vai encarar os possíveis problemas com muito mais facilidade.

Já organizou seu orçamento para a reforma? Conte para nós como está o andamento!

CLIQUE AQUI para conhecer o Programa Mente Rica!

 

Você também pode gostar

Deixe um comentário