8 passos para selecionar o inquilino perfeito para seu imóvel

8 passos para selecionar o inquilino perfeito para seu imóvel

Se a sua ideia é alugar o seu imóvel, é muito importante selecionar o inquilino perfeito, pois isso vai evitar muita dor de cabeça no futuro.

O ideal é que o inquilino não apenas pague o aluguel e todas as taxas em dia, mas que também conserve seu imóvel.

Provavelmente você vai receber muitas propostas. É importante avaliar todas elas com calma, mas caso encontre alguma dificuldade, o melhor é contratar uma imobiliária, pois ela se encarrega de levantar a ficha dos proponentes.

Separamos alguns passos que podem te orientar a fazer a escolha mais adequada.

Passos para selecionar o inquilino perfeito para seu imóvel

Veja agora 8 passos para te ajudar na seleção do inquilino perfeito:

1º Passo – Solicitar referências

O que seria solicitar referências? Seria você pedir que a pessoa interessada te forneça contatos de outros imóveis alugados por ele, ou até mesmo sobre o seu trabalho.

O ideal é pedir para preencher uma ficha de cadastro, com os seguintes dados:

  • Nome, endereço atual, telefone de contato e CPF;
  • Emprego, endereço, etc;
  • Renda (lembrando que deve ser 3 vezes o valor do aluguel);
  • Contatos de imóveis já alugados.

2º Passo– Obter informações sobre o seu emprego

Para que você tenha certeza que o inquilino vai cumprir com todas as obrigações, é essencial que ele tenha um trabalho formal.

Mas caso seja autônomo, que te mostre algum comprovante de renda, como por exemplo, declaração de Imposto de Renda.

3º Passo – Pesquisar em órgãos de restrição ao crédito

Depois que você analisou as fichas de cadastro, selecione aqueles que você considera como sendo um inquilino perfeito e faça uma pesquisa para saber se está com o nome negativado ou não.

Assim, você já pode ir descartando aqueles que não são bons pagadores.

4º Passo – Verificar antecedentes

Como um dos pontos mais importantes é a segurança, afinal, você está alugando o seu imóvel, uma sugestão é verificar os antecedentes.

Procure saber se a pessoa já foi despejada, se possui algum processo judicial de algum antigo proprietário e no site da Polícia Federal, você pode obter a ficha de antecedentes criminais.

5º Passo – Ter um fiador

A maioria dos proprietários de imóveis, exigem um fiador. Caso o inquilino não pague o aluguel, cabe essa responsabilidade ao fiador.

Geralmente, é necessário que seja dono de um imóvel e deve constar seu nome no contrato.

6º Passo – Seguro Fiança

Se preferir, pode solicitar um seguro fiança, no caso onde o inquilino não tenha um fiador.

Aqui, o inquilino faz um seguro junto a uma seguradora ou instituição financeira e se houver inadimplência ou danos no imóvel, o seguro fiança cobre.

7º Passo – Conhecer o perfil

Dependendo do tipo de imóvel, você pode traçar o perfil do inquilino perfeito. Por exemplo, casais sem filhos, com filhos, estudantes, idosos, pessoas sem animais, etc.

Uma ideia é você marcar uma entrevista pessoal. Assim, conhece melhor o candidato a inquilino, quais são seus gostos e, principalmente, observe alguns sinais que mostrem que ele vai cuidar bem do seu imóvel.

8 passos para selecionar o inquilino perfeito para seu imóvel

8º Passo – Contratar uma imobiliária

Apesar de você poder fazer tudo sozinho, é muito mais seguro através de uma imobiliária.

Ela se encarrega de tirar todas as certidões, redigir o contrato e é responsável pela cobrança dos aluguéis. Mesmo que você tenha que pagar uma taxa todos os meses, vale a pena pela tranquilidade. Qualquer problema que ocorra, a imobiliária toma todas as providências.

Conheça os tipos de garantias de locação mais usados

No momento de alugar o seu imóvel, além de selecionar o inquilino perfeito, é importante saber quais os tipos de garantia mais usados:

Fiador

O fiador é a modalidade de garantia mais usada, que é a pessoa que fica responsável por alguma dívida do imóvel, inclusive respondendo com seu próprio patrimônio.

Lembrando que a sua renda mensal também deve ser o equivalente a 3 vezes o valor do aluguel.

Seguro Fiança

Nesse caso, quem se compromete a arcar com as dívidas é a seguradora. O contrato é feito entre o locatário e a seguradora, que cobra geralmente o valor de um aluguel e meio.

Caução

Caução é quando o inquilino faz o depósito do correspondente a 3 meses de aluguel. O dinheiro fica depositado em uma conta e ao final do contrato, o inquilino pode resgatar.

Mas caso aconteça algum problema no decorrer do contrato, o proprietário está resguardado. Converse com o inquilino e resolva qual é a forma de garantia que atenda ambas as partes.

Conclusão

Você que está pensando em alugar seu imóvel e quer selecionar o inquilino perfeito, basta seguir os passos acima.

Dá um pouco de trabalho, mas é essencial para a sua garantia e segurança. Além de você verificar a ficha cadastral do candidato, ele também deve te dar garantias que o pagamento será realizado.

Você pode até fazer tudo isso sozinho, mas o ideal é contratar uma imobiliária, pois ela vai ficar encarregada de tirar todas as certidões, levantar antecedentes e redigir o contrato.

Lembre-se que no contrato deve constar o valor do aluguel, a forma de reajuste, início e término do contrato.

Qual é seu método para encontrar um inquilino perfeito? Conte abaixo!

CLIQUE AQUI para conhecer o Sistema 3C da Construção de Riqueza!

Você também pode gostar

Deixe um comentário