Como conseguir o melhor câmbio para viagem

Como conseguir o melhor câmbio para viagem

Está pensando em viajar e ainda não sabe como conseguir o melhor câmbio ou mesmo o que isso significa? Neste artigo, as perguntas sobre câmbio serão respondidas.

Assim, você vai conseguir fazer a melhor escolha dentro do prazo que você tem para organizar a sua mala e o seu guia de viagem.

O que é câmbio

Antes de mais nada, você precisa entender o que é câmbio de uma forma simples e fácil, sem todas aquelas palavras complicadas de bancos.

Então, basicamente, o câmbio se refere a um esquema que todo brasileiro, ou pessoa de outa nacionalidade, deve fazer sempre que for viajar para outro país.

Esse esquema se refere a compra de dinheiro que será utilizado durante a sua viagem, evitando, por exemplo, que você tenha que usar cartões ou precise trocar o dinheiro ali na hora.

E por que ele é importante?

Em primeiro lugar, muitos países ainda não possuem boas opções de estabelecimentos que aceitam todas as moedas, principalmente o Real.

Em segundo lugar, trocar o dinheiro no país pode acabar saindo mais caro. Em último, não são todos os países que vão aceitar os cartões que você tem e alguns estabelecimentos podem cobrar taxas de transação, o que significa um gasto maior.

Portanto, entenda como câmbio essa troca ou aquisição de moeda, de acordo com o país para o qual você está indo viajar.

4 dicas de como conseguir o melhor câmbio de viagem

Sabendo o que é câmbio, é preciso entender que essa transição de moeda envolve a chamada taxa de câmbio. Ou seja, toda a troca de moeda envolva uma transação com valores diferentes que serão levados em conta.

Vide, por exemplo, o valor do dólar em relação ao real e dá para entender o quanto essa taxa pode ser variável.

Pensando em todas essas informações, existem algumas dicas que vão garantir que você consiga o melhor câmbio de viagem.

– Busque informação sobre o câmbio de viagem

A primeira dica é ir atrás de informação, já que muitos negócios ruins de câmbio são fechados simplesmente porque você não tem ideia do que está fazendo.

Nesse caso, é preciso pensar na moeda ou dinheiro como uma mercadoria, que vai envolver a compra, venda ou troca. Isso quer dizer que você vai “perder” dinheiro? Tudo depende do ponto de vista.

Perder dinheiro é algo a se pensar porque a taxa ou a diferença de valor pode ser bem alta, mas essa é também a garantia para suprir as necessidades. Ou seja, algo necessário.

A dica é ficar de olho na cotação do dólar, que devido as constantes variações podem fazer com que você compre quando o valor estiver mais baixo.

Isso vale independe do local para o qual você vai, já que o aumento do dólar causa o aumento no valor de todas as outras moedas.

– Faça um planeamento de viagem

Para conseguir o melhor câmbio e aproveitar a sua viagem, o planejamento de gasto é essencial, ainda que não seja 100% correto.

A ideia é ter uma média de quanto você vai gastar, ver valores de pacotes diferentes e passeios, para saber quanto você vai precisar.

Como conseguir o melhor câmbio para viagem

– Não compre ou escolha por impulso

Quem viaja ou entende de planejamento garante que qualquer viagem ao exterior envolve ao menos seis meses de planos, para conseguir economizar e escolher as melhores opções.

Então, esqueça a ideia de comprar tudo em cima da hora e comece a fazer um plano de viagem.

Com isso, você consegue melhores pacotes de hotéis e de voos, escolhe tudo com calma e avalia o que está cabendo no seu orçamento.

Uma dica é acompanhar o site do Banco Central, que faz uma média mensal que quanto as casas de câmbio estão cobrando das moedas.

– Escolha o seu local de câmbio

Uma das dicas mais importantes de como escolher o melhor câmbio de viagem se refere onde você vai fazer a compra das moedas.

Além da dica ser sempre optar pela moeda local, ou seja, evite levar moedas que não são do país onde você está indo. Já que pode ocorrer uma desvalorização.

É preciso ter em mente que você tem as opções de:

  • Casas de câmbio;
  • Aeroporto;
  • Agências e corretoras bancárias.

Para começar, os cambistas estão entre as opções mais perigosas e devem ser riscados da sua lista, já que podem ter notas falsas.

Já na questão do aeroporto, é comum que o valor cobrado, a taxa de câmbio, seja mais alta. Afinal, eles entendem que você deve estar desesperado para comprar a moeda local.

Como resultado, sobram as casas de câmbio e as agências bancárias e corretoras.

Informações gerais sobre o câmbio para viagem

Antes de mais nada, só escolha casas de câmbio realmente regularizadas e autorizadas a fazer as trocas de moeda. Evitando qualquer uma que seja suspeita.

Sendo assim, tanto as corretoras, casas de câmbio e bancos são opções mais seguras e indicadas.

Porém, antes de fazer a compra, verifique a cotação da moeda, faça pesquisas ao longo de algumas semanas e trace um comparativo.

É possível que você economize uma boa grana apenas ficando de olho na variação da moeda.

Se você estiver na Europa e precisar trocar mais moedas, o ideal é ir até uma agência bancária que tenha o setor de câmbio. Já que podem oferecer as melhores opções para turistas.

Do mesmo modo, quando surgir alguma dúvida, converse com o gerente do hotel ou agências bancárias, que podem dar informações valiosas sobre o melhor local de troca.

Observação: o ideal é fazer a compra de qualquer moeda até as 18 horas, para garantir aquela cotação do dia, sendo considerado o horário comercial.

Comece a planejar a sua viagem ficando de olho nas variações da cotação da moeda, escolhendo a opção de câmbio mais favorável para você. Assim, você vai conseguir ter uma viagem mais barata e ter o total controle sobre o seu dinheiro.

Como está o planejamento da sua viagem? Já garantiu o melhor câmbio para viagem? Conte para nós! 

CLIQUE AQUI para conhecer o Sistema 3C da Construção de Riqueza!

Você também pode gostar

Deixe um comentário