29 de setembro de 2020

Esporte e política podem e devem se misturar

Como esporte e política se misturam? Recentemente, a jogadora de vôlei Carol Solberg protestou contra o governo de Jair Bolsonaro durante a conquista da medalha de bronze no Circuito Brasileiro da modalidade.

Em entrevista ao vivo no canal SporTV, a jogadora gritou “Fora, Bolsonaro”. Carol e sua família são declaradamente contra a gestão do presidente.

A fala da atleta trouxe à tona a questão: esporte e política realmente não se misturam?

Para a ex-nadadora olímpica Joanna Maranhão, ambos não apenas se misturam, como se complementam. Joanna deu sua visão sobre o episódio durante uma live com Eduardo Moreira, na semana passada.

“Até para você sediar um evento esportivo, você precisa conversar com os governantes locais, e isso é política. Então, temos que parar com a ideia de que esporte e política não se misturam.”

Joanna Maranhão, ex-nadadora olímpica

Joanna afirma que, enquanto cidadãos, os próprios atletas e ex-atletas são agentes políticos.

“Os atletas são agentes políticos que podem se posicionar, pois não há como separar o personagem atleta do ser humano que ele é.”

A medalhista olímpica relata que sofreu perseguições políticas dentro da natação. “Eu era tratada de forma diferente [dos outros nadadores] na seleção brasileira e era um tratamento direto, na minha cara. Muitos membros não torcem pelos atletas, eles torcem pela sua agenda [política]”.

Equipe Edu Moreira

🔴 Curta também nossas redes sociais! 📷Instagram / 👍Facebook / 🎥 YouTube

Eduardo Moreira

Eleito um dos três melhores economistas do Brasil pela Revista Investidor Institucional, Eduardo Moreira foi apontado pela Universidade da Califórnia como o melhor aluno do Curso de Economia nos últimos 15 anos. Autor de diversos best-sellers, Eduardo foi o primeiro brasileiro a ser condecorado pela rainha Elizabeth II no Castelo de Windsor, em junho de 2012.

Saiba Mais
Deixe um comentário
Você também pode gostar
A população negra só precisa de oportunidades
+
A população negra só precisa de oportunidades O Brasil tem 13,6 milhões de pessoas morando em favelas, cujos moradores movimentarem R$ 119,8 bilhões por ano. Apesar disso, para as periferias urbanas a luta ...
19 de outubro de 2020
4 dicas para acompanhar o mercado financeiro
+
4 dicas para acompanhar o mercado financeiro O mercado financeiro pode ser considerado muito complexo e amplo, porém é de extrema importância no dia a dia das pessoas, principalmente para os investidores. ...
21 de setembro de 2020
Periferia, Revolução e Capitalismo
+
Periferia, Revolução e Capitalismo “A periferia tem o maior potencial revolucionário contra o sistema capitalista”, diz Jones Manoel. Ele é historiador, professor de história, mestre em ...
17 de setembro de 2020