Limpeza geral: detox financeiro – Elimine o que faz mal às suas finanças

Limpeza geral: detox financeiro – Elimine o que faz mal às suas finanças

A menos que você viva fora do sistema e o dinheiro não faça mais parte de seus negócios ou de sua vida, você não lerá este artigo. Confira como fazer um detox financeiro e eliminar o que faz mal às finanças.

O dinheiro é um assunto que muitas vezes é difícil de lidar, porque sempre achamos que todos os gastos são necessários. Culturalmente, os brasileiros não têm o hábito de poupar, isso aprendemos com o tempo e diante de situações que nos obrigam ou quando traçamos metas. Mas gerir bem as suas finanças é muito importante e veremos porquê.

O dinheiro é base para uma vida confortável e isso é importante, portanto, é fundamental que o gerenciamento de suas finanças seja prioridade. De uma perspectiva de desenvolvimento pessoal, todos nós precisamos de dinheiro para tornar nossos projetos e realidade que queremos alcançar.

É possível ter projetos que não levam em conta o dinheiro necessariamente, mas em nossa vida o dinheiro permite muitas coisas. Para encontrar acomodação, planejar uma viagem, organizar um casamento, investir e, mesmo de forma simples, suprir suas necessidades, é necessário dinheiro. Ele não é um fim em si mesmo, é um meio.

Por que gerenciar suas finanças? Encontre uma motivação

Você pode ganhar e ao mesmo tempo perder muito dinheiro se não souber administra-lo, então, você encontrará dificuldades. Gerir bem as finanças é essencial para avançar e não ser um consumidor médio simples ou, pior ainda, ser gastador.

Primeiro de tudo, para fazer um detox financeiro você precisa de motivação e força de vontade. Se você está prestes a obter suas finanças em ordem e otimizá-las,  provavelmente é porque você tem um plano em mente. Você precisa de motivação.

Essa motivação pode vir de metas que você definiu, como se tornar financeiramente independente, deixar sua zona de conforto, comprar um apartamento. Quaisquer que sejam seus objetivos, você encontra um motivo ou vários motivos válidos para otimizar o gerenciamento de suas finanças. Existem muitos deles.

Noções básicas para gerenciar suas finanças

Gerir bem as suas finanças pessoais é muito importante, mas não é ensinado na escola. No entanto, não é complicado, deve ser lógico e trabalhar mais com a cabeça do que com o coração. Não seja impulsivo. Isso geralmente é válido, mas em termos de dinheiro você economizará bastante.

O básico para saber é:

Entradas de dinheiro ou renda

Este nome se dá toda vez que você ganha algum dinheiro. Isso geralmente é feito a seu salário e geralmente é fixo, mas também pode ser variável.

Na verdade, o salário é uma entrada em dinheiro, mas a entrada de dinheiro não está necessariamente vinculada a um salário. Por exemplo: o interesse de um investimento no mercado de ações, o aluguel de um apartamento, a renda de uma atividade na internet, a venda de móveis do qual você se vendeu… Em suma, é todo saldo positivo em sua conta.

Limpeza Geral: Detox Financeiro

Aprendendo a gastar

Você não precisa ser um empresário para gerir bem suas finanças e eliminar aquilo que tem levado a sua conta bancária a diminuir o saldo.

Hoje, na internet, existem várias planilhas modelos que você pode “baixar” para começar o novo empreendimento: Reorganizar suas finanças.

Mas, antes de tudo, devemos tratar de um assunto brevemente. A compulsão por gastar. Muitas pessoas acham que este problema está relacionado às mulheres somente, e isso não é verdade.

Pessoas compulsivas por gastar, além de gastarem seu dinheiro em demais, gastam sem se preocupar com o futuro ou que estouraram o cartão de crédito. Isso na verdade é um problema e deve ser tratado. Em muitas das vezes não precisa se ir ao médico ou fazer tratamentos para isso.

Basta apenas um choque de realidade para se dar conta de que você não pode gastar mais do que ganha e deve sempre não ultrapassar o limite de 30% de gastos de sua renda bruta.

Separar um dinheiro exclusivo para algumas coisas do dia a dia faz parte também de um planejamento financeiro adequado, onde você se limita a gastar e não passar privações futuras. E justamente aí, está o problema.

O gastador compulsório gasta tando o seu dinheiro que pode passar por situações difíceis no futuro. Então, não se trata apensa de poupar, mas de se precaver de certas situações.

Por onde começar

Você não precisa necessariamente estar planejando algum objetivo, como viagem, faculdade ou algo a comprar. Mas está se reeducando financeiramente para que tenha mais segurança em sua vida e na vida dos que te rodeiam.

A primeira coisa que deve fazer é lançar em sua planilha de orçamentos todos os seus gastos mensais. Depois disso, analisar com franqueza se aqueles gastos são realmente necessários ou são somente luxos desnecessários.

Ser honesto com sigo mesmo irá fazer você perceber e ver que não há nada de errado em comprar uma roupa de vez enquanto, ou ir à manicure. A questão é: com qual frequência você faz isso.

Como fazer um detox financeiro

Veja o passo a passo para fazer uma desintoxicação em suas finanças.

  • Crie uma planilha com suas despesas. Crie uma linha de receitas que entram (que são os seus rendimentos brutos como: salário, aluguel de algum imóvel que você tem e qualquer dinheiro extra que você receba mensalmente) e de despesas fixas ( como água, luz, gás e etc.) e de despesas não fixas (manicure, lavagem do carro semanalmente, restaurante…);
  • Alimente esta planilha sem esquecer nada;
  • Analise as prioridades e veja o que pode reduzir ou excluir.

Veja que é bem simples fazer uma limpeza em suas finanças. O que precisa ter em mente é apenas que com isso, se tornará uma pessoa mais responsável com seu dinheiro e com seu futuro.

A verdade é todos nós temos que aprender mais sobre educação financeira e passar isso adiante para nossos filhos. Sabemos ainda que o dinheiro não é a base de nossa felicidade, mas ele pode sim te livrar de muitas situações inesperadas.

O que está esperando para fazer também um detox financeiro? Conte para nós sua experiência!

CLIQUE AQUI para conhecer o Sistema 3C da Construção de Riqueza!

Você também pode gostar

Deixe um comentário