O maior atestado da agiotagem oficial feita pelo sistema financeiro

 O maior atestado da agiotagem oficial feita pelo sistema financeiro

Provavelmente você já deve saber que a Caixa Econômica Federal anunciou uma redução dos juros no cheque especial de 9,99% para 4,99% ao mês.

Esse anúncio é o maior atestado da “agiotagem” oficial efetuada pelo sistema financeiro junto ao povo pobre e trabalhador brasileiro

Afinal, os bancos sempre afirmam que as altas taxas de juros é consequência da burocracia e inadimplência, o que não é verdade. 

Inclusive é importante lembrar que a dívida das famílias brasileiras em relação à renda é uma das menores do mundo. No entanto, a carga de juros dessa dívida sobre a renda das famílias é disparada a maior do mundo. Ou seja, todo esse lucro vai para os bancos. 

E ainda assim, a FEBRABAN – Federação Brasileira de Bancos, insiste em apresentar cartilhas afirmando que as taxas de juros não podem ser reduzidas.

Basicamente o que os bancos têm feito com esses juros extremamente elevados é simplesmente saquear o mínimo de dinheiro que as pessoas têm para ter alguma dignidade em sua vida. E o pior, é que os Órgãos centrais patrocinam e apoiam ao invés de combater.

Outro exemplo claro de que as altas taxas de juros  são abusivas é a negociação do Serasa. Atualmente no Brasil quase 64 milhões de pessoas estão humilhados com o nome sujo no SPC e todos os anos o Serasa promove o feirão para dar um desconto de até 90% da dívida. Ou seja, esses 90% são juros que seriam utilizados para roubar dinheiro do povo.

Com funciona o Estado Brasileiro

Hoje o Estado brasileiro existe para transferir renda de quem trabalha e de quem produz para “meia dúzia” de pessoas que vivem da especulação financeira e da agiotagem oficial.

Quando há uma ação como essa da redução dos juros da Caixa Econômica, é importante lembrar que ela continua lucrando e a agiotagem oficial também continua.

A redução dos juros é a prova da agiotagem feita pelos bancos.

A verdade é que a taxa de juros dos bancos no Brasil poderia ser mais baixa, tanto é que mesmo em um momento de crise como esse, a taxa selic é a menor da história.  

E isso só acontece porque no Brasil o Banco Central foi “entregue” muitos anos ao controle do sistema financeiro. Tanto é que, a cada 100 operações financeiras que acontecem no Brasil hoje, 85 são controladas por apenas cinco bancos

É curioso perceber que com essa ação a Caixa Econômica pode ter lucro até maior. Porque ao promover a redução dos juros,  imediatamente ela vai causar um aumento do acesso ao cheque especial e pode atrair mais clientes. Ou seja, ela ganha um pouco menos por operação, porém, ganha muito mais porque vai aumentar o seu mercado.

E o que vai acontecer agora muito provavelmente?  

Todos os bancos vão reduzir suas taxas também porque eles não querer perder a concorrência!

O papel das estatais

Essa ação de redução dos juros da Caixa Econômica é reflexo de como as estatais podem e devem existir para cumprir seu papel de criar equilíbrio no mercado.

Porque se todos os bancos fossem privatizados, por exemplo, o Estado não teria a oportunidade de intervir onde é necessário.

A redução dos juros da Caixa Econômica mostra duas coisas:

1 – As altas taxas de juros dos bancos  são uma extorsão ao povo brasileiro.

2 – Privatização não é solução para o equilíbrio do mercado.

E é simples de entender, aqui vai um exemplo para ficar mais claro:

Se em uma cidade existem três postos de gasolina, o que pode acontecer? Os três donos se reúnem, combinam um preço mais alto, ficam como se estivessem concorrendo por 1 centavo e você acaba pagando mais caro.

Isso chama-se oligopólio, ou seja, um determinado segmento do mercado está nas mãos de poucas empresas.

Por isso, é fundamental que o Estado tenha capacidade de regular por um lado, e competir com o oligopólio por outro lado para garantir a justa competição. Aliás, essa é a definição de mercado, caso contrário é exploração dos pobres e da classe média. 

Antes de finalizar, uma última informação. Existe uma maneira de você não precisar ficar a mercê da boa vontade dos bancos e do Estado para Construir sua própria Riqueza! 

Por isso, tenho um um convite especial para você: Participe do Minicurso gratuito e online Construção de Riqueza Vitalícia.

O minicurso terá 4 aulas inéditas e a primeira delas será no dia 25/Nov, segunda-feira.

Nessas aulas gratuitas você vai aprender o essencial sobre o Mercado Financeiro. Com elas você já terá uma base sólida para começar a dar seus primeiros passos rumo à verdadeira Liberdade Financeira.

Mas para que isso aconteça, você precisa agir rapidamente e garantir sua vaga antes que se esgote.

Clique Aqui para Participar >>

Será um grande prazer ter você conosco nessa jornada de muito aprendizado.

Forte abraço,

 

Você também pode gostar

Deixe um comentário