Por Eduardo Moreira 26 de novembro de 2019

Vídeo: O melhor programa social é gerar emprego. Será mesmo?

Virou moda dizer que o melhor programa social é gerar emprego, essa frase porém, só é válida se o emprego proporcionado às pessoas for um emprego que promove qualidade de vida.
Só é programa social se esse emprego for de qualidade, digno e com todas as proteções. Caso contrário essa frase
é aquela típica frase que você pode ter certeza que vem de alguém que trabalha no escritório com ar condicionado.
Estas medidas econômicas de tentativas para gerar empregos estão destruindo todas as proteções, assim como, as possibilidades desses empregos significarem uma qualidade de vida digna para os trabalhadores.
Aliás, antes de entrar nesse movimento de geração de empregos do país, o governo destruiu a legislação trabalhista.
Destruir os direitos dos trabalhadores, capacidade de se juntarem para negociar condições melhores de emprego e  salários mais dignos.
E agora presenciamos uma tentativa de aprofundar esse processo de destruição fazendo com que as pessoas
possam trabalhar em qualquer condição, de qualquer horário podendo ganhar cada vez menos ou simplesmente não trabalhar o mínimo de tempo necessário para receber um valor suficiente para sustentar sua família.
Afirmar que gerar emprego é a solução, é muito equívoco. Afinal, os empregos gerados aos montes estão cada vez mais se assemelhando à escravidão. E o pior, é que muitas pessoas ainda acreditam que está certo a população ter que se sujeitar a tais condições para ter o mínimo.
Diante desta situação você tem duas opções:
1 – Ficar a mercê das decisões do governo esperando que a essa ação de “gerar emprego” seja boa para você.
2 – Ir em busca da sua independência financeira! Participe do Minicurso Construção de Riqueza Vitalícia.
É a sua chance de aprender as melhores oportunidades do Mercado Financeiro!
INSCREVA-SE AGORA, pois as aulas já estão indo ao ar!

Você também pode gostar

Deixe um comentário