Como não pagar (ou diminuir) a anuidade do seu cartão de crédito

Como não pagar (ou diminuir) a anuidade do seu cartão de crédito

Desde o seu surgimento e até hoje, os cartões de crédito se tornaram um dos principais meios de pagamentos para os brasileiros. Apesar das dívidas que ele pode causar, não dá para negar que ele prático, rápido e fácil de usar para fazer compras; seja em lojas presenciais ou online.

Também é excelente como forma de acumular milhas com o intuito de emitir passagens aéreas. Mas muitas dessas vantagens têm um preço; a anuidade.

Em média, a anuidade de um cartão de crédito custa R$ 250, mas pode passar de R$ 1000. Isso preocupa (e até revolta) muitos usuários, afinal, nem sempre esse preço parece justo ou condizente com a qualidade do serviço que recebem.

Mas sabia que é possível conseguir a isenção da anuidade do cartão de crédito (ou um desconto)? Aprenda agora como conseguir abandonar a anuidade do seu cartão e por que você deve fazer isso (ou não).

Vale a pena solicitar a isenção da anuidade do seu cartão de crédito?

Se o seu cartão de crédito te ajuda a economizar em outros momentos, como por exemplo, em de milhas aéreas ou te dando descontos em diversas lojas, entre outros serviços, talvez valha a pena pagar a anuidade.

Porém, se as vantagens que o seu cartão provê não se igualam à anuidade que você paga, a melhor opção seria solicitar a isenção ou desconto da anuidade.

Outra coisa a se considerar é que a anuidade é um custo que pode passar despercebido para muitos, porém, você não deixaria alguém roubar um pouco do seu dinheiro todos os dias, sem oferecer nenhum tipo de justificação em troca, não é?

De forma semelhante, é importante considerar a anuidade como se considera qualquer outra despesa; é preciso avaliar se vale a pena manter ou não.

O caso das milhas aéreas

Muitas pessoas não pensam em solicitar a isenção da anuidade por conta das milhas aéreas que conseguem ao usar o seu cartão, mas, vale lembrar que a conversão de pontos em milhas, geralmente, só vale a pena quando o fluxo de dinheiro no cartão é grande.

Digamos que um cartão tenha conversão de 1 dólar para 1 milha. Com o dólar a R$ 3,75 (no momento), seria preciso gastar um pouco mais que R$ 2,9 mil por mês para ter um resultado satisfatório ao final do ano.

Nesse caso, é bastante provável que não valha a pena pagar a anuidade só por causa das milhas aéreas. A melhor opção seria não pagar a anuidade ou trocar de cartão para um que não tenha anuidade.

Como não pagar (ou diminuir) a anuidade do seu cartão de crédito

Como se livrar da anuidade do seu cartão de crédito

Aqui estão alguns meios pelos quais você pode conseguir deixar de pagar (ou diminuir) a anuidade do seu cartão de crédito.

Negocie com o banco

É importante ter em mente que conversar diretamente com o seu banco é a melhor forma de resolver quaisquer problemas que você possa ter com o seu cartão ou qualquer outro serviço oferecido pelo banco. Por esta razão, o recomendado é simplesmente contatar o banco.

Você pode ligar para a Central de Atendimento e negociar o valor da anuidade – ou solicitar a isenção do conforto da sua casa. É comum que os atendentes considerem o pedido e deem, pelo menos, algum tipo de desconto para os que insistem e não desistem.

Vale lembrar que conseguir a total isenção da anuidade do cartão de crédito é um pouco mais difícil e geralmente isso é liberado para clientes com altos gastos ou para pessoas que possuem cartões Premium.

Mas nem tudo está perdido! Alguns bons argumentos para conseguir a isenção da anuidade do cartão de crédito são:

  • Você gasta muito por mês no seu cartão e pensa ser justo ter a isenção da anuidade do cartão. Deixe isso claro;
  • Você não está fazendo uso dos benefícios oferecidos pelo cartão, e por isso quer a isenção da anuidade;
  • Existem cartões sem anuidade que oferecem tudo que o seu cartão oferece; neste caso, deixe claro que você pode mudar de cartão, mas está dando uma chance a eles;
  • Se estiver há muito tempo com o banco, deixe claro que tem fidelidade e que acha válido ser isento da anuidade.

Contate o gerente

Falar diretamente com o gerente pode ser útil em diversos momentos da vida, incluindo em casos como esse. O gerente entende melhor como lidar com as situações e pode ter uma visão mais clara do que pode ser feito para te ajudar.

Muitas vezes, o gerente consegue diminuir a anuidade e também aumentar os benefícios oferecidos ao cliente. Vale a tentativa!

Não se esqueça de deixar claro o tipo de relacionamento que você tem com o banco: investimentos, fidelidade, serviços contratados e assim por diante.

Ameace cancelar

Caso a isenção da anuidade seja algo realmente importante ou benéfico para você, pode valer a pena avisar que está considerando o cancelamento do cartão e a migração para outro serviço. Isso pode fazer com que o banco se esforce para te manter com eles, cedendo assim ao seu pedido – pelo menos parcialmente.

Considere mudar de cartão

Para as pessoas que fazem muito uso do cartão pode valer a pena ter planos como Premium, Platinum e assim por diante, o que lhes dá muitas vantagens na questão das milhas aéreas, entre outros – o que faz com que a anuidade não lhes incomode tanto.

Porém, para pessoas que não usam tanto assim, talvez seja melhor obter um cartão que se adapte melhor a sua realidade financeira do momento.

Cartões como o Nubank ou o Digio não oferecem muitos benefícios, mas também não cobram anuidade. Isso pode ser vantajoso caso você não tenha interesse em usar benefícios ou não viaje com frequência e não gaste muito dinheiro. Especialmente para pessoas que estão no começo da vida adulta, cartões mais simples e sem anuidade são as melhores opções.

Dica: Procure conhecer os benefícios do seu cartão antes de solicitar a isenção da anuidade; vale sempre a pena se informar!

Então agora você já sabe o que fazer para conseguir a isenção da anuidade do seu cartão. Conte para nós a sua experiência!

Agora que já viu como pagar menos anuidade do seu cartão de crédito, aproveite para conseguir descontos! Conte para nós a experiência!

CLIQUE AQUI para conhecer o Sistema 3C da Construção de Riqueza!

Você também pode gostar

Deixe um comentário