31 de agosto de 2021

Como escolher o melhor Fundo de Investimento para você em 2021

Como escolher o melhor Fundo de Investimento para você em 2021

Os fundos de investimento são uma opção cada vez mais utilizada por pessoas que querem  diversificar suas aplicações e ver seu patrimônio crescer. Entretanto, com mais de 14 mil opções disponíveis, como escolher o melhor fundo de investimento para você?

Continue a leitura e confira como você pode saber qual é o melhor fundo de investimentos em apenas 5 passos!

Descubra qual é o melhor fundo de investimento para você em 5 passos

1º passo – Entenda o seu perfil de investidor

Para você saber qual é o melhor fundo de investimentos, é importante primeiro entender qual é o seu perfil de investidor. O perfil pode variar de acordo com os riscos que a pessoa aceita tomar e objetivos que espera alcançar em um determinado período.

Atualmente, os investidores são separados em três grandes grupos:

  • Perfil conservador: não gosta de riscos e opta por alternativas mais seguras. Por isso, costuma escolher apenas opções de baixo risco;
  • Perfil moderado: assume riscos baixos a longo prazo para garantir lucros um pouco acima do esperado. Costuma investir a maior parte das suas economias em produtos de renda fixa e uma pequena parte em produtos de renda variável;
  • Perfil arrojado: Pessoa que assume riscos porque quer ter mais lucro em um espaço menor de tempo. Investe grande parte do dinheiro em produtos de renda variável.

2º passo – Escolha a categoria de investimento ideal

Atualmente, os fundos de investimento abertos podem ser divididos em quatro grandes categorias: renda fixa, multimercado e ações. E mais uma vez, não há uma resposta certa. Afinal de contas, o melhor investimento é o que combina com o seu perfil e sua vontade de tomar riscos.

Mas saiba que independente do tipo do fundo, todos devem seguir as regras estabelecidas pela CVM – Comissão de Valores Mobiliários. Veja agora os principais:

  • Fundos de renda fixa: como o próprio nome diz, a maior parte desses fundos conservadores é composto por ativos como títulos públicos federais e títulos privados emitidos por bancos e empresas (CDB, LCI e LCA, entre outros);
    Fundos multimercado: pode ter vários tipos de ativos no mesmo fundo, desde renda fixa até ações. Não possui regras quanto a diversidade de ativos;
  • Fundos de ações: pelo menos 67% da carteira desse fundo deve estar investido em ações. Além das ações em si, também podem conter certificados de depósito de ações, cotas dos fundos de índice de ações, cotas de fundos de ações, bônus ou recibos de subscrição e Brazilian Depositary Receipts.

Leia também: O que são Fundos de Investimento: um guia para iniciantes

3º passo – Crie uma estratégia de investimento

Antes de analisar as diferentes opções para escolher o melhor fundo para você, é essencial que você crie uma estratégia de investimento. Para isso, é importante entender:

  • Seu perfil de investimento;
  • Quantidade de fundos que deseja investir;
  • O valor que será investido e em que frequência;
  • O tempo em que suas metas devem ser atingidas.

O vídeo abaixo também pode lhe ajudar a entender quais é a melhor estratégia de investimento para sua situação atual:

4º passo – Avalie as opções de fundos na sua corretora

Finalmente chegou o momento de começar a olhar para os investimentos em si. Aqui não há nenhum segredo, mas sim um pouco de trabalho para encontrar que fundo se encaixa na sua estratégia e atenda requisitos como:

  • Retorno histórico: olhar a rentabilidade do fundo nos últimos três anos, pelo menos;
  • Empresa gestora do fundo: entenda se a organização é conceituada e se possui outros fundos que estão performando bem;
  • Gestor responsável pelo fundo: vale saber se esse profissional é especializado e se possui experiência na área;
  • Taxa de administração do gestor: valor cobrado pela gestora do fundo para remunerá-la pelo trabalho feito. Busque baixas taxas de administração. Alguns fundos podem até trazer uma boa rentabilidade, mas pode se tornar pouco atrativo caso a taxa de administração seja muito alta;
  • Taxa de performance: cobrada apenas quando o fundo supera a rentabilidade esperada;
  • Taxa de saída: cobrada por alguns fundos quando a pessoa resgata o investimento antes do prazo mínimo de aplicação;
  • Estrelas Morningstar: escala de 1 a 5 estrelas que mostra a relação risco-retorno de um fundo. Quanto mais estrelas, melhor é a gestão e retorno do fundo;
  • Prazos de resgate;
  • Tributação do Imposto de Renda.

5º passo – Determine o valor a ser investido

Com o(s) melhor(es) fundos de investimento selecionados, chegamos na última etapa desse processo: determinar os valores que serão investidos em cada uma das opções.

Com cotas (menor parte do fundo que você pode adquirir) que podem variar de R$ 100 até R$ 100 mil, depende do investidor entender quantas cotas serão compradas em cada um dos seus investimentos.

Entretanto, é importante lembrar que grande parte dos fundos que oferecem um melhor retorno podem exigir um valor mínimo de entrada maior, como R$ 500 e R$ 1 mil. Ademais, não se esqueça que a compra de cotas pode ser feita a qualquer momento.

melhor fundo de investimento

O melhor investimento é o que seguirá o seu perfil e atenderá às suas necessidades

O melhor fundo de investimento é o que se adequa às suas necessidades

Encontrar o melhor fundo de investimento pode ser um pouco confuso no começo. Afinal, são mais de 14 mil opções disponíveis no mercado atualmente. Por isso, não deixe de investir em uma corretora ou banco de investimento que lhe ofereça diversas opções.

Além disso, não se esqueça que o melhor investimento é o que seguirá o seu perfil e atenderá às suas necessidades. Começar a investir pode parecer assustador no começo, então caminhe primeiro e corra depois, ok?

E quer uma dica de ouro para lhe ajudar nesse processo? Nunca pare de buscar conhecimento!

Se você quer se aprofundar no assunto e aprender mais para ter segurança na hora de investir, assista à aula gratuita e exclusiva. Nela, o Eduardo Moreira revela todos os benefícios sobre investir em ações sem correr os riscos mais comuns e sem ter que aplicar uma fortuna.

Nessa aula, você vai aprender como dar os primeiros passos, erros que você deve evitar, estratégias de investimento e muito mais!

Equipe Edu Moreira

🔴 Curta também as redes sociais! 📷Instagram / 👍Facebook / 🎥 YouTube

Eduardo Moreira
Eduardo Moreira

Eleito um dos três melhores economistas do Brasil pela Revista Investidor Institucional, Eduardo Moreira foi apontado pela Universidade da Califórnia como o melhor aluno do Curso de Economia nos últimos 15 anos. Autor de diversos best-sellers, Eduardo foi o primeiro brasileiro a ser condecorado pela rainha Elizabeth II no Castelo de Windsor, em junho de 2012.

Saiba Mais
Deixe um comentário
Você também pode gostar
A MOTOCIATA DE BOLSONARO É A PROVA QUE MENTIR VIROU REGRA!
+
A MOTOCIATA DE BOLSONARO É A PROVA QUE MENTIR VIROU REGRA! O presidente Jair Bolsonaro foi às ruas em uma motociata, no sábado 12 de junho, em mais um ato contra a vida. O Governo Federal divulgou que 1,3 milhões de ...
27 de julho de 2021
Como economizar? 8 dicas para poupar e colocar os planos em prática
+
Como economizar? 8 dicas para poupar e colocar os planos em prática Aprender como economizar dinheiro é sempre útil, principalmente enquanto vivemos uma crise econômica. Fechar o mês no azul e tirar os sonhos do papel pode ser ...
18 de junho de 2021