Aquela dúvida: quando vender uma ação?

Aquela dúvida: quando vender uma ação?

Se tem uma coisa que sempre traz uma grande dúvida é saber quando vender uma ação ou não. Vender quando tudo parece indo bem, ou quando tudo parece que vai ruir?

Escolher o melhor momento para vender uma ação é uma decisão crucial para quem quer obter bons lucros.

Mas é uma decisão que necessita de muita avaliação. Afinal, qualquer passo em falso pode pôr em riscos investimentos de uma vida inteira.

E também podem ser a salvação para quem já está passando ou passou por situações mais complicadas e pretende somente fazer render um pouco mais o patrimônio.

A seguir nós traremos de dicas simples sobre quando você deve vender uma ação, com todos os argumentos prontos para que você tenha uma decisão acertada e possa ter os rendimentos que tanto espera.

Afinal, quando investe em uma ação, você espera obter bons ganhos financeiros. Certo?

Defina o lucro que pretende ter

Primeiramente, você deve saber qual a margem de lucro que deseja obter para que possa então montar uma estratégia.

Quando você tem uma margem de lucro imaginada, você sabe exatamente onde quer chegar, e assim, pode avaliar qual o melhor momento para que isso seja feito.

Lembre-se de manter essa meta por um tempo, já que é o mais indicado.

Algumas pessoas, sempre, ao chegarem no lucro que desejam, estipulam mais uma margem de lucros que é quase que inatingível. E isso faz com que a pessoa perca muito tempo e também muito dinheiro.

Ao ter em mente a margem de lucro que deseja, busque informações que satisfaçam. Depois disso, se for do seu interesse, espere um tempo e reavalie um novo investimento com novas margens de lucro.

É o caminho mais seguro, principalmente levando em consideração que as oscilações podem acontecer.

Avalie o lucro momentâneo

Assim como no caso anterior, algumas vezes não conseguimos os rendimentos esperados. É por isso que retornamos a espera ou retiramos o investimento na hora.

No entanto, nesses casos, a situação deve ser analisada cuidadosamente e com bastante atenção.

Pode acontecer de o lucro não ser o esperado mas chegar muito próximo. Se houver uma oscilação muito grande e você não conseguir avaliar se é a melhor opção, pense e considere retirar antes.

Mesmo não sendo o lucro que você desenhou, pode ser a solução no momento para a dada situação.

É uma decisão difícil, e que exige muita coragem. Mas, acima de tudo, exige muito conhecimento do mercado e também das operações.

Vender uma ação logo antes do lucro previsto não é o melhor dos acontecimentos, mas também pode ser o que mais vai lhe dar segurança.

vender uma ação 2

Saiba esperar

Algumas vezes, quando as ações estão em queda, a reação natural é que todos saiam vendendo todas as ações para que não tenham prejuízo. No entanto, fazer isso é um risco também, de não atingir a sua meta de investimentos.

Não é porque as ações estão em baixa que é o melhor momento para vendê-las. O ideal é sempre esperar um pouco e ver como as coisas vão se desenrolando.

Pode acontecer de ser um fenômeno do mercado que leva a este tipo de ocorrências e que logo depois normalize tudo, retomando o crescimento.

As oscilações acontecem sempre, e o modo como você vai reagir a estas oscilações é que vai definir o seu lucro ou a sua perda.

Se você tiver curiosidade, busque mais informações e também verifique se este tipo de oscilação já ocorreu, vendo como a empresa se livrou desse fantasma.

Os momentos mais estáveis

Se você atingiu a margem de lucro que imaginou e determinou, pense em vender as ações nos momentos mais estáveis.

Deixar mais tempo pode correr no risco de se perder uma boa quantia que você já tem acumulada, e então vai ter que esperar mais tempo ainda até que se retome os valores.

O momento mais estável é o melhor momento, pois pode dar uma segurança maior na venda. De modo que você não perca muito do que já investiu, e também possa garantir um lucro maior do que já teve.

É, sem dúvidas, o melhor momento para vender uma ação.

Se você pensar em outras possibilidades pode também analisar o histórico. É algo que ajuda bastante e pode ser a saída nesses casos específicos.

Com o histórico você pode avaliar se ainda tem chances de aumento ou não da margem de lucro. E, assim, saber se de fato é o melhor momento.

Faça projeções

Com projeções fica tudo mais simples. Você pode fazer uma espécie de simulação verificar se é rentável fazer a venda ou esperar mais tempo.

Com a projeção você tem um panorama do quanto pode ter de retornos, tendo em números todas as possibilidades.

É a única forma de você ter a certeza expressa em números. A ideia é obter um total de rendimentos que foram feitos, os lucros da transação e também se de fato é o melhor momento de fazer a venda.

Tendo a certeza, você pode optar por fazer de uma vez toda a transação ou não.

Porém, somente com essa prévia, é possível ter uma certeza mais sólida do que de fato é mais recomendado no momento. Se é a melhor hora ou é preferível esperar mais um pouco.

Cada passo deve ser dado com a maior certeza possível, se houver dúvidas pode ser que ponha em risco muitas coisas.

Escolher o momento certo para vender uma ação imprime uma certa disciplina e leitura de momento muito apurada. Não é uma tarefa das mais fáceis, mas com algumas dicas fica muito mais simples decidir por entregar ou não as ações as quais você fez opção por investir.

Por este motivo, é fundamental que você exerça o que aqui foi pontuado. Somente assim você vai poder ter uma segurança maior na hora de decidir vender ou não as suas ações.

Quer mais dicas sobre o mercado de investimentos?

CLIQUE AQUI para baixar o Ebook Gratuito “Como evitar os 7 Pecados dos Investidores”!

Você também pode gostar

Deixe um comentário