11 de março de 2022

Investimentos para iniciantes: tudo que você precisa saber para começar a maximizar suas economias

Investimentos para iniciantes: tudo que você precisa saber para começar a maximizar suas economias

Encontrar investimentos para iniciantes pode parecer complicado, mas preparamos este guia para você que quer começar a investir. Parabéns por dar o primeiro passo em direção ao seu futuro como investidor!

Sabemos que podem surgir muitas dúvidas no começo dessa jornada. Por isso, criamos esse conteúdo de investimentos para iniciantes para lhe ajudar a entender como começar a investir de maneira segura e simples. Vamos lá?

O que você deve fazer antes de começar a investir?

Apesar de você estar interessado em investir, existem alguns passos que recomendamos para levar mais conforto para esse novo processo. São eles:

  • Fazer um planejamento financeiro: para você saber quanto investir por mês, precisa saber seus ganhos e despesas até chegar em um valor realista; 
  • Reduzir ou acabar com as dívidas: os juros das dívidas provavelmente serão maiores que os rendimentos dos seus investimentos. Por isso, priorize acabar com as dívidas antes de investir;
  • Começar uma reserva de emergência: apesar de ser possível investir a reserva de emergência, esse dinheiro deve ser separado de outras aplicações por precisar ser de fácil acesso.

Você já fez tudo isso? Então chegou a hora de entender como investir!

Investimentos para iniciantes: como começar?

Conhecer seu perfil de investidor

Um dos primeiros passos para qualquer iniciante em investimento é a definição do perfil de investidor. Ou seja, saber se você é mais conservador ou arrojado ao lidar com o dinheiro.

Nesse perfil, as características e atitudes do investidor são analisadas em um questionário, que olhará para pontos como:

  • idade;
  • renda mensal;
  • tolerância ao risco;
  • objetivos;
  • experiência no mercado financeiro.

De acordo com as respostas, você se enquadrará em um de 3 perfis de investidores:

Conservador

Nesse caso, o investidor não gosta de correr riscos e, por conta disso, prefere investimentos mais conservadores, como a poupança. Esse perfil prioriza sempre aplicações que tenham mais segurança.

A maioria das pessoas que começam a investir são enquadradas como conservadoras, mas evoluem para os próximos perfis ao ganhar mais conhecimento e experiência.

Moderado

O investidor moderado também gosta de segurança, mas é aberto às aplicações que sejam um pouco mais arriscadas.

Por isso, esse investidor tende a diversificar seus investimentos, optando por investir a maior parte em aplicações seguras e outras com um pouco mais de risco.

Agressivo

O investidor agressivo é aquele que não tem medo de lidar com dinheiro. Ele entende dos riscos, mas não tem medo de perder, quando o assunto é investir e ganhar.

Nesse caso, esse investidor prioriza a rentabilidade maior, mesmo que isso signifique correr maiores riscos. Com mais experiência, o perfil agressivo tende a investir em ações e outras opções de renda variável.

Tirar seu dinheiro da poupança e escolher uma corretora

Geralmente, as pessoas começam a investir colocando o dinheiro na poupança ou por meio de indicações dos gerentes de grandes bancos, que recebem comissões por cada investimento que conseguem “vender”. Por isso, nem sempre a sugestão é a mais adequada ao cliente.

Apesar de parecer “um passo muito grande”, abrir uma conta em uma corretora costuma sair mais barato do que investir em uma instituição bancária. Nelas, as taxas costumam ser mais baixas e a variedade de títulos é maior.

Se você fica preocupado com a segurança, saiba que toda corretora deve ter uma autorização prévia do Banco Central para vender títulos.

Investir (provavelmente em renda fixa)

Como afirmamos acima, a maioria dos investidores iniciantes começam como conservadores. Por isso, selecionamos as opções mais indicadas para quem está começando.

Como boa parte dos investidores iniciantes ainda desconhecem alguns pontos do mercado financeiro, o ideal é evoluir aos poucos quando o assunto é a aplicação de dinheiro.

Neste caso, segurança, rentabilidade e liquidez devem ser considerados. Por isso, o mais indicado é começar pelos investimentos de renda fixa, que costumam reunir um pouco de cada um desses conceitos.

Os títulos de renda fixa são emitidos por instituições financeiras e seu funcionamento é simples. Basicamente, as instituições recebem o dinheiro dos investidores e oferecem em troca o dinheiro que investiram com uma rentabilidade extra.

As aplicações de renda fixa são:

Apesar de existirem outros tipos de renda fixa, essas são as principais aplicações para quem busca investimentos para iniciantes. O vídeo abaixo também traz mais informações valiosas para te ajudar:

Tesouro Direto

Apesar de ser um tipo de renda fixa, o Tesouro Direto merece um tópico próprio por causa da sua segurança e variedade.

Vale saber que a rentabilidade deste título é a taxa básica de juros e que ele possui baixa volatilidade (ou seja, os preços não variam muito na compra e venda). Ah, e é possível investir com apenas R$ 30, o que pode ser uma boa opção de investimentos para iniciantes.

Os principais tipos de Tesouro Direto são:

  • Tesouro Prefixado: possui a rentabilidade pré-definida, permitindo que, desde o início, o investidor saiba quanto irá receber. Com esse título, você receberá o valor investido acrescido da rentabilidade na data de vencimento.
  • Tesouro Selic: rentabilidade diária vinculada à taxa de juros básica da economia – nesse caso, a variação da taxa Selic.
  • Tesouro IPCA: esse modelo permite ganhos conforme os juros e esse ganhos variam de acordo com a inflação mais uma taxa prefixada. Portanto, tem um modelo híbrido de taxa, com parte pré-fixada e parte pós fixada.

 

Se você quer aprender mais sobre investimentos, assista essa aula gratuita em que o Eduardo Moreira ensina como construir, aumentar e preservar patrimônio em qualquer cenário econômico.

Equipe Edu Moreira

🔴 Curta também as redes sociais! 📷Instagram / 👍Facebook / 🎥 YouTube

Eduardo Moreira
Eduardo Moreira

Eleito um dos três melhores economistas do Brasil pela Revista Investidor Institucional, Eduardo Moreira foi apontado pela Universidade da Califórnia como o melhor aluno do Curso de Economia nos últimos 15 anos. Autor de diversos best-sellers, Eduardo foi o primeiro brasileiro a ser condecorado pela rainha Elizabeth II no Castelo de Windsor, em junho de 2012.

Saiba Mais
Você também pode gostar
Como as alíquotas afetam seus investimentos e gastos mensais?
+
Como as alíquotas afetam seus investimentos e gastos mensais? Alíquota é um termo comum no mundo financeiro. Quando entramos em março, começamos a nos deparar com reportagens diárias sobre as declarações de Imposto de ...
5 de abril de 2022
Consumismo inteligente é ferramenta para seguir com planejamento financeiro
+
Consumismo inteligente é ferramenta para seguir com planejamento financeiro Quando nossos pais e avós iam aos mercados, era comum voltarem com vários folhetos com promoções e descontos exclusivos da semana. Na época, essa era uma das ...
17 de fevereiro de 2022
BDR: o que é? Qual a alíquota do IR? Como investir?
+
BDR: o que é? Qual a alíquota do IR? Como investir? Você tem vontade de investir em grandes empresas do exterior, como Netflix, Microsoft, Disney e Amazon? Se a resposta é sim, chegou a hora de você conhecer os ...
28 de dezembro de 2021