2 de dezembro de 2020

Quem pode financiar imóvel?

Quem pode financiar imóvel?

Financiar imóvel é o caminho mais procurado por quem quer realizar o sonho da casa própria. Afinal de contas, você pode parcelar em até 35 anos!

É um período longo e, com certeza, precisa de uma decisão muito bem tomada. Os bancos geralmente  oferecem um simulador para te ajudar nessa tomada de decisão.

O financiamento de um imóvel funciona assim: o interessado deve solicitar junto à instituição financeira um crédito imobiliário para financiar o imóvel. A quantidade de parcelas a serem pagas vai variar de financiamento para financiamento,  e pode chegar até 35 anos.

Pagar as parcelas em dia é de suma importância, para não correr o risco de perder seu imóvel, pois ele só será realmente seu após quitar toda a dívida.

Quem pode financiar imóvel?

Para financiar imóvel, você deve:

  • ter mais de 18 anos ou ser emancipado com 16 anos completos;
  • ser brasileiro ou possuir visto permanente;
  • ter cadastro sem restrições junto aos órgãos de proteção ao crédito;
  • possuir capacidade civil e de pagamento.

É fundamental que você possa comprovar a sua renda, que é a soma de todos os rendimentos dos integrantes da família que irão morar no imóvel. A regrinha básica é que o valor da parcela não pode ultrapassar 30% da renda mensal da sua família.

Exemplo: suponhamos que você queira financiar um imóvel no valor de R$ 300 mil, 80% financiado e com um prazo máximo de 35 anos.

De acordo com uma simulação em um banco, o valor de prestação será em torno de R$ 2.200 mensais e a renda mínima familiar deverá ser de aproximadamente R$ 8 mil.

Mas lembre-se, esses dados variam de acordo com cada situação. Esse é apenas um exemplo para você se basear.

Quais as exigências para financiar imóvel?

Para ser financiado, o imóvel precisa:

  • estar localizado no mesmo município do seu trabalho, nos municípios limítrofes ou integrantes da mesma região metropolitana; ou ainda no mesmo município onde você comprove residência há mais de um ano;
  • custar até R$ 3 milhões.

Quais os tipos de financiamento?

Além de poder financiar imóvel novo e usado, é possível também financiar a construção em um terreno, a aquisição de um terreno e até reforma.

Imóvel novo: esse financiamento é feito através do Sistema Financeiro de Habitação e você ainda pode usar o seu FGTS como parte do pagamento.

Mas para isso, é preciso ter, pelo menos, 3 anos com carteira assinada. Lembrando que a prestação não pode ser maior do que 30% da sua renda.

Imóvel usado: também é possível usar o FGTS e oferece até 35 anos para pagar o financiamento.

Construção em terreno próprio: disponível para clientes que já possuam a escritura definitiva do terreno.

Compra de terreno: financiamento para compra de terreno, desde que tenha toda a infraestrutura, como vias de acesso, energia elétrica, saneamento básico.

Reforma ou ampliação: voltado para o financiamento da obra ou serviços para a melhora ou aumento da área construída, mas é necessário ter a escritura definitiva.

Como funciona o pagamento do financiamento

Tomando como exemplo um financiamento em um grande banco, são disponibilizados dois sistemas para você pagar as prestações:

  1. Sistema de Amortização Constante – SAC: onde as parcelas diminuem ao longo do tempo.  Neste caso, os juros e o capital são calculados uma única vez e divididos para o pagamento em várias parcelas durante o prazo de quitação;
  2. Tabela Price: geralmente, as parcelas são pagas mensalmente em valores iguais, já com os juros embutidos.

Alguns especialistas dizem que é melhor sair do aluguel, mas outros não recomendam, em razão dos juros cobrados. Tudo vai depender do seu objetivo, que para muitos é ter a sua própria casa.

Como contratar um financiamento imobiliário

O primeiro passo de quem está pensando em financiar imóvel é fazer a simulação. Dessa forma, você vai ter uma noção do valor da prestação e se vai caber no seu bolso.

Depois de ter feito a simulação, basta se dirigir a uma das instituições financeiras que oferecem esse tipo de financiamento, levando toda a sua documentação, que é a seguinte:

  • Para Compradores Pessoa Física: documento oficial de identificação e comprovante de renda atualizado, emitido no máximo há 2 meses; comprovante de estado civil; comprovante de endereço.
  • Para quem quer usar o FGTS: última declaração do Imposto de Renda e recibo de entrega à Receita Federal; carteira de trabalho ou extrato de FGTS.

As instituições financeiras contam com uma equipe para avaliar o imóvel. E estando tudo certo, é o momento da assinatura do contrato. Dependendo do tipo de financiamento escolhido, você terá até 35 anos para pagar.

Dicas para agilizar a sua aprovação no financiamento

Tenha o nome limpo

Dificilmente você terá crédito aprovado se seu nome estiver em serviços de proteção de crédito, como o SERASA ou SPC.

Uma recomendação é procurar os seus credores e negociar o pagamento da dívida. Tente obter descontos nos juros e possibilidade de parcelamento.

Prepare a documentação

Junte todos os documentos necessários antes de dar entrada no processo de financiamento.  Confirme se não há nada vencido e se está com tudo em mãos.

Caso contrário, procure o cartório ou outros estabelecimentos para a regularização dos documentos.

Tenha um bom valor de entrada

A lógica é simples: quanto mais você der de entrada, menor será o valor do financiamento.

O mais recomendado é que você tenha pelo menos 30% do valor a ser pago pelo bem, financiando o restante em parcelas mais suaves.

Peça ajuda

Para ter tranquilidade durante o processo, peça ajuda de profissionais como contadores, advogados ou corretores imobiliários de confiança.

Eles poderão te ajudar nos trâmites, para que o processo corra bem.

Como investir de forma inteligente?

Quer se aprofundar nesse assunto e aprender mais para ter segurança na hora de investir? Assista à aula gratuita e exclusiva com Eduardo Moreira.

Ele revela todos os benefícios para você investir sem correr os riscos mais comuns e sem ter que gastar uma fortuna. Aprenda a dar os primeiros passos, os erros que você deve evitar, estratégias de investimento e muito mais!

Equipe Edu Moreira

🔴 Curta também as redes sociais! 📷Instagram / 👍Facebook / 🎥 YouTube

Eduardo Moreira
Eduardo Moreira

Eleito um dos três melhores economistas do Brasil pela Revista Investidor Institucional, Eduardo Moreira foi apontado pela Universidade da Califórnia como o melhor aluno do Curso de Economia nos últimos 15 anos. Autor de diversos best-sellers, Eduardo foi o primeiro brasileiro a ser condecorado pela rainha Elizabeth II no Castelo de Windsor, em junho de 2012.

Saiba Mais
Deixe um comentário
Você também pode gostar
PESSOAS VACINADAS TRANSMITEM COVID SIM!
+
PESSOAS VACINADAS TRANSMITEM COVID SIM! Gustavo Cabral, pesquisador no Departamento de Imunologia da USP, fala sobre o programa de desorientação social do governo federal. Em meio a tanto caos, o ...
9 de julho de 2021
SUPER-QUARTA NO STF!! Lula, Moro e CPI têm seus destinos decididos pela corte
+
SUPER-QUARTA NO STF!! Lula, Moro e CPI têm seus destinos decididos pela corte Tarso Genro é membro do Instituto dos Advogados Brasileiros e da Academia Brasileira de Direito do Trabalho, é doutor Honoris Causa da UNISC e autor de livros e ...
27 de abril de 2021
Letra Financeira: o que é e como funciona esse título de renda fixa?
+
Letra Financeira: o que é e como funciona esse título de renda fixa? Letra Financeira é um título de crédito privado indicado para quem tem objetivos a médio ou longo prazo. Bem semelhante a outros títulos de renda fixa, como o ...
31 de maio de 2021