Taxas cobradas na compra de um imóvel

Taxas cobradas na compra de um imóvel

Se você está pensando na compra de um imóvel, é importante saber quais as taxas cobradas, para não correr o risco de ter uma surpresa na hora de fechar o negócio.

São impostos, certidões, custos com a escritura, e sem falar que dependendo do estado do imóvel, você terá gastos com a reforma.

Acontece que muitas vezes as pessoas não sabem, mas são valores que devem ser levados em consideração no momento da compra de um imóvel.

Siga nossas dicas e organize o seu orçamento na compra de um imóvel.

Conheça as taxas cobradas na compra de um imóvel

É normal as pessoas não terem a mínima ideia das taxas cobradas quando estão comprando a casa própria, onde algumas delas não são baratas, inclusive algumas podem pesar no seu bolso.

Separamos aqui todos os custos envolvidos na compra de um imóvel:

1. Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI)

O ITBI é um imposto cobrado pela prefeitura e, o valor é cerca de 2% do preço do imóvel, que se refere à transmissão da propriedade. E como cada município é regido por uma lei, vai também haver uma variação.

Sem o pagamento do ITBI, o imóvel não pode ser passado para o seu nome. E em determinados estados, é possível parcelar esse valor.

2. Escritura pública

A escritura pública é realizada em cartório, mas para quem compra o imóvel à vista. É um documento que comprova a origem do bem e quem tem o direito da propriedade.

Se por um acaso, você fez um financiamento, terá sua escritura definitiva somente após ter quitado o financiamento.

3. Registro do imóvel

Qualquer pessoa que está comprando um imóvel, precisa registrar em cartório. É o que comprova que você é o dono legal daquele imóvel específico.

Esse valor varia de estado para estado e também considera o valor do imóvel.

É o que chamamos de RGI e é importantíssimo que o imóvel que você está adquirindo seja registrado. Essa taxa é paga após o pagamento do ITBI e feita a escritura.

4. Taxa de cessão de contrato para compra de um imóvel

Vamos supor que você comprou um imóvel financiado e resolve vendê-lo antes de ter quitado o financiamento.

Você precisa ficar bem atento porque algumas empresas chegam a cobrar até 5% do valor do imóvel para repassar o financiamento para outro comprador. E essa cobrança é ilegal!

5. Taxa de interveniência

É também outra prática proibida por lei. E é quando o comprador ao receber as chaves, decide transferir o financiamento para outro banco.

Nesse caso, algumas incorporadoras cobram uma taxa de até 2% por esse serviço.

6. Taxa cobrada durante a obra

Quando se compra um imóvel financiado e na planta, a construtora cobra uma taxa para cobrir os custos com o material.

O valor é em torno de 2% sobre o valor do imóvel, mas é diluído nas prestações.

7. Custo Efetivo Total – CET

O CET é uma das taxas cobradas em financiamentos de imóveis, que é uma taxa de todos os encargos e despesas envolvidos na operação.

Todas essas taxas são aquelas que o comprador tem que pagar. Agora, vamos te mostrar quais taxas que cabem ao vendedor.

Vale lembrar também que talvez seja necessária a solicitação de outros documentos, como a Certidão Negativa de Ônus Reais, que comprova que não há nenhum impedimento para a venda do imóvel.

Taxas cobradas na compra de um imóvel

Taxas cobradas pelo vendedor do imóvel

Algumas pessoas pensam que somente o comprador que tem que pagar taxas, mas o vendedor também terá que pagar. E quais são as taxas cobradas pelo vendedor?

1. Taxa de corretagem

Se você colocar seu imóvel em uma corretora de imóveis, no caso de venda terá que pagar a taxa de corretagem, que nada mais é do que uma comissão.

O valor também varia de cidade para cidade, mas geralmente é em torno de 5% do valor de venda do imóvel.

2. Imposto de Renda

O vendedor deve declarar à Receita Federal qual o lucro que obteve com a transação, que é de 15%, isto é, a diferença entre o valor de compra e venda.

Mas vale a pena acessar o site da Receita, pois existem casos que há isenção do imposto.

Quais os outros gastos na compra de um imóvel

Essas taxas acima têm relação com a parte legal, mas existem outros gastos, por exemplo, a mudança e reformas que você também precisa colocar no papel.

Acontece que quando se está comprando um imóvel, é muito importante você registrar todos os custos envolvidos, antes mesmo de fechar o negócio.

Muitas pessoas acabam estourando o orçamento e se endividando por conta de todas essas despesas. Por mais que seja um sonho que está sendo realizado, não é recomendado você criar dívidas.

O ideal é que você consulte um advogado especializado em Direito Imobiliário, pois é uma garantia que tudo está sendo feito conforme a lei e taxas abusivas não estão sendo cobradas.

Conclusão

Você viu que ao se comprar um imóvel, existem taxas cobradas, além do valor anunciado.

Na verdade, o que mais pesa no bolso é quando o imóvel é financiado. Por isso que você precisa conhecer todas essas taxas antes de assinar o contrato.

Independente se o pagamento for à vista ou financiado, existem taxas obrigatórias, como ITBI, registro do imóvel e escritura.

Esperamos que você tenha tirado todas as suas dúvidas e procure se informar sobre todas essas taxas antes de fechar o negócio.

Estas são as taxas cobradas na compra de um imóvel. Quando você adquiriu o seu, outras foram cobradas?

CLIQUE AQUI para conhecer o Programa Mente Rica!

Você também pode gostar

Deixe um comentário