Seu dinheiro não rende? Veja como fazer seu salário durar o mês todo

Seu dinheiro não rende? Veja como fazer seu salário durar o mês todo

Um dos principais desafios dos brasileiros é fazer com que o mês inteiro caiba no salário. Fazer com que sobre uma parte é quase impossível em alguns casos. Como fazer seu salário durar o mês todo?

Se você tem essa dificuldade, saiba que com organização e planejamento financeiro é possível modificar este cenário, mas a mudança de hábitos é fundamental.

Pensando nisso reunimos dicas que vão te ajudar a organizar os gastos e fazer com que o seu salário tenha rendimento.

Confira 10 dicas para o seu salário durar o mês todo!

1. Faça um diagnóstico dos seus gastos

Vamos tratar a sua vida financeira como uma pessoa com problemas de saúde. Ao chegar no médico, será necessário um diagnóstico para saber o que está acontecendo de errado. Nesse caso, o sintoma é a falta de dinheiro, agora busque as causas: os gastos.

Uma dica super fácil é utilizar uma tabela para criar um “fluxo de caixa”, onde você vai registrar as entradas e saídas. Existem alguns aplicativos que automatizam isso no smartphone.

Tenha um controle de gastos fixos, como aluguel, luz, internet e plano de saúde, mas não se esqueça de anotar tudo que gasta, como, por exemplo, combustível, mercado e as saídas do fim de semana.

2. Planeje

Agora que você já tem listado todos os seus gastos, responda a uma pergunta crucial: o que eu realmente preciso?

Com essa resposta você poderá segmentar o seu dinheiro e dividir em cotas: habitação, lazer, alimentação e etc. Dessa forma você vai ter uma noção real do que pode ou não pode fazer com o seu salário.

O ideal é que você consiga criar um planejamento mensal e um anual, contando com os impostos, 13º salário e outros fatores que podem afetar o seu orçamento.

3. Dê uma folga para os cartões

Todo mundo crucifica o cartão de crédito, mas o cartão de débito também pode ser um vilão para as suas finanças.

Afinal, quando estamos com dinheiro na conta temos mais probabilidade de gastar com coisas que não necessitamos realmente. Por isso, acostume-se a andar com notas na carteira, pois isso vai limitar os gastos inesperados.

Já para o cartão de crédito, se não é possível cancela-lo, tente ao máximo aposentá-lo, pois temos uma tendência a gastar mais do que a nossa renda permite quando o carregamos na carteira.

4. Tenha uma meta

Foco é essencial para tudo nesta vida, principalmente se você está envolvendo dinheiro. Se você tem a ideia de economizar para realizar um sonho, tenha isso como meta.

Pode ser a casa própria, uma viagem ou até mesmo para criar uma poupança para o futuro. Sempre tenha em mente que há um objetivo maior e que certas privações irão valer a pena.

5. Reduza as despesas variáveis

Encontrar o equilíbrio não é fácil e isso pode te custar alguns cortes de gastos.

Porém, é possível diminuir custos com a substituição de marcas e com a troca de pacotes de assinatura completos por básicos, nos casos de acesso a sites, TV, celular e etc.

6. Evite compras por impulso

Mesmo se você reservou uma quantia no orçamento para gasto livre, avalie se a compra que quer fazer é realmente fruto de um desejo ou de uma necessidade.

Por exemplo, você usará o produto por muito tempo ou, passado um mês, ele ficará guardado num quarto da casa como outros itens comprados anteriormente?

Busque ser racional na decisão de compra para poder esticar o seu salário, sem comprometer a sua renda com gastos supérfluos.

Evite sair às compras no supermercado, por exemplo, estando com fome. Ou ir ao shopping como forma de desestressar. Acabamos gastando mais nessas ocasiões porque nosso inconsciente está tendendo que compensemos as sensações.

7. Saiba com qual fonte de renda você pode contar

Primeiramente, evite misturar rendimentos pessoais dos profissionais, caso você tenha um negócio seu.

Se você tem uma empresa e é microempreendedor individual, por exemplo, deve saber quais despesas decorrem da administração de seus negócios e quais são de natureza particular.

8. Atenção com a alimentação

Normalmente, os gastos com alimentação representam uma grande fatia do orçamento pessoal.

Ainda mais se levarmos em conta não apenas o supermercado e os restaurantes, mas também o cafezinho depois do almoço, os lanches na padaria, os petiscos no happy hour.

Então, fique atento a esse tipo de despesa. Algumas boas ideias para economizar com alimentação:

  • leve sempre uma lista de compras para o supermercado e siga-a;
  • nunca vá ao supermercado com fome;
  • procure trocar os restaurantes por almoços em casa;
  • considere a possibilidade de levar marmita para o trabalho;
  • leve um lanche na bolsa (uma barrinha de cereal ou uma fruta, por exemplo) para o caso de sentir fome enquanto estiver na rua.

9. Vida social é importante

Claro que sair com os amigos e com a família é importante, mas é possível descobrir novas formas de lazer.

Por exemplo, em vez de passear no shopping, fazer um passeio no parque; ou trocar o cinema por uma sessão pipoca com os amigos em casa.

Não é deixar de fazer coisas para economizar, mas sim encontrar novas formas, mais baratas, de se divertir.

10. Economize água e luz

Economizar nas contas básicas (em gastos essenciais, como água e energia elétrica) é outra forma de fazer o seu dinheiro render mais no final do mês.

Algumas atitudes que podem ajudar:

  • cheque vazamentos em canos e não deixe torneiras pingando;
  • feche a torneira ao escovar os dentes ou fazer a barba;
  • abra torneira e chuveiro só quando for usar;
  • acumule a roupa suja para lavar de uma só vez;
  • limite o tempo de banho e desligue o chuveiro ao se ensaboar;
  • desligue da tomada os aparelhos que não estiver usando;
  • ao usar a geladeira, abra-a o mínimo de vezes possível;
  • ao usar o ar-condicionado, mantenha o ambiente com portas e janelas fechadas.

Sem contar que fazendo isso você melhora não só a sua saúde financeira, como ainda contribui para um meio ambiente melhor!

Com essas dicas você será capaz não só de fazer o salário render até o fim do mês, mas também de conseguir economizar e juntar um dinheiro para realizar os seus sonhos. Que tal?

E se você está precisando de uma ajudinha maior com seu dinheiro, CLIQUE AQUI para conhecer o Programa Mente Rica!

Equipe Eduardo Moreira

Você também pode gostar

Deixe um comentário