29 de maio de 2019

Entenda o novo crediário no cartão de crédito

Entenda o novo crediário no cartão de crédito

Você sabia que é possível fazer o crediário no cartão de crédito? Serve como uma alternativa para o parcelamento de compras. No momento de finalizar a compra, você escolhe a opção, mas as taxas de juros variam e o prazo para o pagamento, dependendo do banco, pode ser de até 36 meses.

O crediário no cartão de crédito traz muito mais vantagens para o comerciante, pois recebe o valor em até cinco dias, mesmo que a compra seja parcelada.

Mas será que para o consumidor é vantajoso? Aqui você vai saber como funciona e se vai valer a pena você escolher fazer esse tipo de crediário.

Como é o novo crediário no cartão de crédito

Antes de mais nada, saiba que o novo crediário no cartão de crédito ainda está sendo implementado e seu diferencial é que os prazos para os parcelamentos são mais longos e aceitos em praticamente todos os estabelecimentos comerciais.

Na verdade, se trata de mais uma funcionalidade do cartão de crédito.

Mas é importante frisar que juros serão cobrados e cada administradora de cartão vai definir qual taxa irá aplicar.

Só para você entender a diferença: hoje, quando você parcela uma compra, quem estabelece o número de parcelas é o lojista, podendo ou não cobrar juros.

Para os lojistas, esse novo crediário no cartão de crédito é benéfico, pois irão receber o valor em até cinco dias. E, atualmente, eles demoraram até 28 dias para receber.

Resumindo, quem disponibiliza esse parcelamento não é o lojista e sim a administradora do cartão.

Eu posso escolher como quero pagar?

Sim. No momento da compra, o emissor do cartão deverá apresentar ao cliente até três opções de parcelamento, assim como todos os custos envolvidos na operação.

Então, basta escolher a opção que cabe dentro do seu orçamento, digitar a senha e concluir a transação.  Lembrando que você pode fazer a simulação na própria maquininha do cartão.

As parcelas são lançadas na próxima fatura, mas só é possível parcelar se você tiver limite de crédito no seu cartão. E à medida que as parcelas são pagas, o limite se restabelece.

Só lembrando: você ainda tem a opção de pagar à vista no débito, no cartão de crédito ou parcelar no cartão de crédito.

A explicação dada pelos bancos é que essa nova modalidade é para diminuir o uso do cartão parcelado sem juros e por consequência, reduzir as altas taxas do rotativo.

É mais vantajoso para o lojista ou para o consumidor?

Para dizer a verdade, é muito mais vantajoso para o lojista, porque ele vai receber o valor em até cinco dias, ou seja, recebem o valor da venda de forma antecipada.

Também vale a pena para pequenos lojistas, pois não contam com capital de giro suficiente para financiar compras. Ou quando oferecem a opção de parcelamento, são em prazos muito mais curtos.

O benefício para o consumidor é que ele pode ter mais descontos em relação às compras a prazo, em razão do mercado ficar mais competitivo. Além disso, é uma forma de fugir dos altos juros cobrados pelos cartões de crédito.

Agora, cabe a cada instituição financeira definir qual será a taxa de juros, dependendo do perfil de cada cliente. Por exemplo, o Santander cobrará taxas de juros a partir de 1,99% ao mês, onde o parcelamento pode ser feito em até 36 meses.

Já as taxas do Itaú Unibanco variam de 0,99% a 3,99% ao mês, mas os prazos e as condições irão depender do perfil de cada cliente.

Cuidados a serem tomados

Embora seja mais uma opção para você fazer suas compras, é preciso ter muito cuidado com o novo crediário no cartão de crédito. Por quê?

Para que você não acabe se empolgando, principalmente por conta dos prazos maiores. Acaba comprando o que não precisa e assim, corre o risco de se endividar.

Preste muita atenção para não se tornar uma armadilha e levar você ao descontrole financeiro. Você deve saber que quanto maior o prazo, maiores serão os juros.

Um outro ponto que você precisa saber é que o limite do crediário no cartão de crédito fica dissociado do limite do cartão. Assim, você pode fazer mais compras e efetuar mais parcelamentos.

Vale a pena fazer?

Tudo vai depender do seu orçamento, mas como toda compra, o ideal mesmo é que você procure sempre pagar à vista, isto é, só compra se tem dinheiro.

Uma das grandes causas do endividamento dos brasileiros está justamente no cartão de crédito, até mesmo pela facilidade. O problema está quando chega a fatura e você não tem como pagá-la integralmente.

Aí entra no rotativo do cartão ou aceita uma proposta de parcelamento pelo banco. Mas caso não consiga pagar, as dívidas podem só aumentar e chegar ao ponto de se tornarem impagáveis.

Essa modalidade de crediário no cartão de crédito está sendo implementada, mas existem várias lojas que já estão aceitando.

Pense sempre o seguinte na hora de fazer compras: As parcelas cabem no orçamento? Vale mesmo a pena um prazo tão longo? Se eu perdesse o emprego amanhã, conseguiria manter isso? Por tudo isso apresentado, é essencial montar um planejamento financeiro e manter um controle sobre suas finanças.

Ter um bom controle financeiro é essencial para planejar o seu orçamento, organizar as suas finanças e ter segurança em momentos de crise.

Aplique essas dicas e você vai perceber que cuidar da sua vida financeira não é nem um pouco difícil.

E se você quer ajuda para criar sua própria planilha de controle financeiro e fazer escolhas mais inteligentes quando o assunto é dinheiro e negócios, aqui vai um convite: participe da aula gratuita sobre os segredos da Economia Comportamental!

Equipe Edu Moreira

🔴 Curta também nossas redes sociais! 📷Instagram / 👍Facebook / 🎥 YouTube

Eduardo Moreira
Eduardo Moreira

Eleito um dos três melhores economistas do Brasil pela Revista Investidor Institucional, Eduardo Moreira foi apontado pela Universidade da Califórnia como o melhor aluno do Curso de Economia nos últimos 15 anos. Autor de diversos best-sellers, Eduardo foi o primeiro brasileiro a ser condecorado pela rainha Elizabeth II no Castelo de Windsor, em junho de 2012.

Saiba Mais
Deixe um comentário
Você também pode gostar
Dívida: 5 dicas de como negociar
+
Dívida: 5 dicas de como negociar Ter uma dívida e não saber como negociar é uma realidade para muitos brasileiros. Em 2020, o número de endividados no país chegou ao maior patamar em 11 anos, ...
26 de julho de 2021
Avanço no PIB para quem?
+
Avanço no PIB para quem? A notícia do avanço no PIB veio à tona entre a mídia brasileira, promovendo uma sensação questionável de melhora na economia. O aumento de 1.2% trouxe o ...
9 de julho de 2021
Governo Bolsonaro: 2 denúncias que escancaram a podridão
+
Governo Bolsonaro: 2 denúncias que escancaram a podridão Dimitra Vulcana é Doutora em ciências da saúde, professora federal, produtora de conteúdo no podcast Hora Queer e no canal Doutora Drag, marxista e ...
27 de abril de 2021