Vantagens da Previdência Privada

Vantagens da Previdência Privada

Antes de você saber quais são as vantagens da Previdência Privada e se vale a pena você fazer, é importante saber o que significa e como funciona.

Na verdade, a maioria das pessoas pensam em ter uma para servir de complemento para sua aposentadoria, pois não tem como apenas contar com o INSS.

Então, se você ainda tem dúvidas, vamos te mostrar em detalhes tudo o que precisa saber. Você avalia e depois decide se vai funcionar para o seu caso.

O que é Previdência Privada?

A Previdência Privada nada mais é do que uma forma de aposentadoria, mas não tem nada a ver com a aposentadoria do INSS.

É algo que você contrata de forma particular, paga uma parcela todos os meses e pode resgatar o valor no futuro.

Além de servir para complementar a sua aposentadoria, funciona também para você ter uma renda extra para realizar projetos que idealizou.

Muitas empresas disponibilizam para seus funcionários uma Previdência Privada, mas você também pode contratar por meio de bancos ou corretoras.

Então, ela foi criada para complementar a aposentadoria do INSS ou como uma forma de seguro para aquelas pessoas que não contribuem para a Previdência Social.

Mas saiba que algumas pessoas contratam essa previdência para juntar dinheiro e assim, poder ajudar em projetos futuros, por exemplo, custear os estudos dos filhos.

Quais os tipos de Previdência Privada

Para entender melhor: existem dois tipos de Previdência Privada, PGBL e VGBL.

O PGBL – Plano Gerador de Benefícios Livres -, é indicado para as pessoas que declaram Imposto de Renda na modalidade completa ou com maior renda. Aqui, você pode deduzir o valor pago na sua declaração, até o limite máximo de 12% da renda bruta tributável.

Isso possibilita um aumento no valor da sua restituição. Outra característica é que o imposto só é pago na hora do resgate, mas lembrando que este é sobre todo o valor acumulado.

Já a VGBL – Vida Gerador de Benefícios Livres -, é para quem não declara IR ou opta pela declaração simplificada.

Nesse caso, o desconto do IR é calculado sobre os rendimentos, ou seja, o valor que você pagou está isento do imposto.

Como funciona

Hoje no mercado, existem vários planos de Previdência Privada, e basicamente funciona assim:

  • Período onde são feitas contribuições, as quais são aplicadas conforme a política de cada seguradora, visando o aumento do capital investido;
  • Ao final do contrato, o valor pode ser resgatado integralmente ou em parcelas mensais, com o objetivo de complementar a renda.

Vantagens da Previdência Privada

Conheça as vantagens da Previdência Privada

Uma das principais vantagens da Previdência Privada é promover uma vida financeira tranquila no momento de se aposentar, pois serve como um complemento de renda.

Veja outras vantagens:

  • Facilidade de contratação;
  • Não exige limite mínimo de idade;
  • O contribuinte pode escolher o valor que quer investir;
  • Possibilidade de resgatar o valor integral ou em parcelas mensais;
  • O investidor pode alterar a data e o valor da contribuição;
  • Mesmo que o investidor pare de contribuir, o investimento permanece rendendo;
  • É possível solicitar a portabilidade para outra instituição;
  • No caso do falecimento do titular, o patrimônio é transferido para os herdeiros sem a necessidade de Inventário e pagamento do Imposto de Transmissão;
  • Ajuda investidores sem controle, pois os pagamentos são fixos e funciona como uma “poupança forçada”;
  • Se optar pelo PGBL, pode deduzir o valor na declaração.

Lembrando mais uma vez que, diferentemente da Previdência Social em que você só pode resgatar em caso de invalidez ou aposentadoria, no caso da Previdência Privada, você é que estabelece o prazo do resgate.

Desvantagens da Previdência Privada

É importante você verificar os prós e os contras da Previdência Privada. Como você já viu acima as vantagens, confira agora as desvantagens:

  • Não possui a garantia do FGC – Fundo Garantidor de Crédito. Por isso que o ideal é buscar por instituições mais sólidas e com boa reputação no mercado;
  • Investimento a longo prazo, ou seja, baixa liquidez;
  • Taxas e tributos na hora do resgate;
  • Rentabilidade menor que outros investimentos.

Vale saber também que caso o administrador do fundo “quebrar”, você perde o seu dinheiro.

Vale a pena investir em Previdência Privada?

Agora que você já conhece as vantagens e desvantagens da Previdência Privada, será que vale a pena investir?

Os especialistas afirmam que é um bom investimento, desde que seja complementada com outros investimentos, onde o ideal é você diversificar a sua carteira.

Mas investidores que não possuem muita experiência ou são indisciplinados, é uma forma de conseguirem poupar, pois têm a obrigação de efetuar os pagamentos mensais.

Quando você estiver em busca de uma seguradora, tenha bem claro quais são seus objetivos, a fim de escolher um plano que atenda às suas necessidades.

Conclusão

Você acabou de saber os principais pontos da Previdência Privada e se for uma opção para você, o quanto antes começar a investir, melhor.

Por mais que alguns termos pareçam mais confusos, procure conversar com especialistas para te orientar na hora de escolher.

Mas não tem como negar que é uma segurança a mais para o seu futuro. Mas lembre de diversificar seus investimentos.

Sua empresa oferece planos de Previdência Privada para os funcionários? Comente abaixo!

CLIQUE AQUI para baixar o Ebook Gratuito “Como evitar os 7 Pecados dos Investidores”!

Você também pode gostar

Deixe um comentário