16 de abril de 2020

A aposentadoria do INSS será suficiente para você?

A aposentadoria do INSS será suficiente para você?

A aposentadoria  do INSS é o direito de todo trabalhador. Afinal, é a representação, em dinheiro, de todo o esforço de trabalho realizado durante anos.

Atualmente 35 milhões de brasileiros fazem parte da folha de pagamento da previdência, e cerca de 70% recebem um salário mínimo.

No entanto, receber apenas um salário mínimo mensalmente pode representar dificuldades financeiras por muitos anos.

Por isso, cada vez mais é fundamental pensar em um plano B, para não depender exclusivamente do dinheiro da previdência social.

Melhor planejamento financeiro para aposentadoria

Atualmente a expectativa de vida dos brasileiros é de 76,3 anos, de acordo com o IBGE.

E após a última reforma da previdência aprovada em 2019, a idade mínima para se aposentar é de 60 anos para mulheres e 65 anos para homens.

Ao ver esses números, fica ainda mais claro a necessidade do planejamento financeiro para aposentadoria.

Afinal, acumular um dinheiro pensando no futuro é determinante para ter uma boa qualidade de vida futura.

aposentadoria do inss

O planejamento financeiro é determinante para uma boa aposentadoria.

O planejamento financeiro para aposentadoria privada tem dois grandes benefícios. Veremos a seguir!

1 – Aposentar-se antes da idade mínima

Estar aposentando significa mais que receber um salário sem trabalhar.

Para muitos, é o período da vida que se quer realizar viagens, passar mais tempo com a família, com os amigos, ter tempo para fazer atividades que mais gosta, enfim, é um período de “liberdade”.

E com o planejamento financeiro pessoal é possível alcançar este período de independência mais rapidamente.

Afinal, cada pessoa pode estipular a idade com a qual deseja se aposentar e se planejar para isso, e esse momento não precisa ser necessariamente aos 60 ou 65 anos.

O planejamento pode ser para se aposentar aos 55 anos, por exemplo.

2 – Viver um padrão de vida mais confortável

As demandas de uma pessoa mudam em cada fase da vida. Uma pessoa com 67 anos, por exemplo, precisará visitar o médico com mais frequência,  fazer mais exames, estar mais atento a alimentação e atividade física.

Com o passar dos anos um idoso pode necessitar o consumo de remédios, um cuidador, um convênio médico que tende a custar caro, fora as despesas com supermercado, com a casa, com o carro, com os passeios e atividades rotineiras.

Ou seja, a probabilidade das despesas aumentarem é muito grande.

Por isso, é muito comum idosos voltarem a morar com os filhos para diminuir as despesas e conseguir viver com o salário mínimo. Porém, muitas vezes esse não é o desejo do idoso, e nem dos filhos.

As pessoas, porém, que têm uma renda maior na aposentadoria, conseguem viver com mais autonomia financeira e mais conforto.

No Brasil, apenas um 1% dos idosos são independentes financeiramente, ou seja, não dependem de filhos, doações ou dos benefícios do governo para se sustentar.

Como planejar uma aposentadoria privada

Ter carteira assinada ou pagar o INSS significa um planejamento para o futuro. No entanto, este “plano” depende do governo, e pode ser alterado a qualquer momento.

Inclusive, recentemente acompanhamos a reforma da previdência que interferiu no plano de aposentadoria de muitos brasileiros.

Como a população idosa tende a aumentar cada vez mais, não há como garantir que a  aposentadoria social não sofra outras alterações ao longo dos anos.

E, se isso acontecer, quem garante que os contribuintes terão acesso a previdência social? Não há como saber!

E nesse cenário, só existe uma saída: Você mesmo planejar sua aposentadoria!

Sabendo disso, muitos brasileiros optam pela previdência privada oferecida por bancos e corretoras. Afinal, essa é uma opção para garantir um dinheiro extra no futuro.

Porém, este tipo de investimento muitas vezes é mais benéfico para os bancos do que para o investidor.

Isso porque, os bancos costumam cobrar taxas elevadas, como as taxas de carregamento e taxa de administração, que consomem boa parte de seus rendimentos.

O mundo ideal é que cada pessoa consiga montar sua própria carteira de investimentos, com aplicações para curto, médio e principalmente, longo prazo.

Não dependa da aposentadoria do INSS

O primeiro passo para conseguir não depender da aposentadoria do INSS é estabelecer até quando trabalhar e quanto de dinheiro mensal será necessário para manter o padrão de vida desejado.

Suponha que o necessário para uma aposentadoria tranquila seja R$ 5.000,00. Sendo assim, será necessário que o patrimônio total renda pelo menos R$ 60.000,00 ao ano, ou seja, R$ 5.000,00 vezes 12 meses.

Para encontrar o valor do montante que é preciso acumular para receber este valor de rendimentos anualmente, podemos fazer uma conta simples considerando qual o rendimento esperado no futuro.

Para essa conta, vamos considerar um rendimento futuro de 3% ao ano.

Agora é só montar uma regra de 3:

aposentadoria do inss

Use uma regra de 3 para saber o patrimônio necessário para sua aposentadoria do INSS

Neste exemplo, para não depender da aposentadoria do INSS, o valor necessário para ter uma renda mensal de cinco mil reais é de 2 milhões de reais.

Sabendo disso, agora é o momento de se organizar para conseguir esse valor até a data prevista.

Saiba o que fazer com seu dinheiro

Importante lembrar que independente do período que estamos vivendo é importante saber o que fazer com seu dinheiro! Ao fazer boas escolhas você pode fazer esse dinheiro trabalhar para você.

Pode não ser o melhor momento para investir, mas sempre é tempo de cuidar do seu dinheiro com responsabilidade.

Se você quer realmente investir seu dinheiro com segurança, aprenda sobre investimentos e saiba escolher o melhor investimento para você. Afinal, o conhecimento liberta.

Para construir uma base sólida e segura para seu crescimento financeiro, participe da aula gratuita Os 3 Pilares para Construção de Riqueza Vitalícia!

Equipe Edu Moreira

🔴 Curta também as redes sociais! 📷Instagram / 👍Facebook / 🎥 YouTube

Eduardo Moreira
Eduardo Moreira

Eleito um dos três melhores economistas do Brasil pela Revista Investidor Institucional, Eduardo Moreira foi apontado pela Universidade da Califórnia como o melhor aluno do Curso de Economia nos últimos 15 anos. Autor de diversos best-sellers, Eduardo foi o primeiro brasileiro a ser condecorado pela rainha Elizabeth II no Castelo de Windsor, em junho de 2012.

Saiba Mais
Deixe um comentário
Você também pode gostar
Eficiência energética, economia financeira e redução de impacto ambiental
+
Eficiência energética, economia financeira e redução de impacto ambiental O termo Eficiência Energética tem ganhado notoriedade em todo o mundo devido à preocupação com a escassez de recursos, além da busca por soluções ...
17 de dezembro de 2020
Conta de luz muito alta: é possível pedir revisão?
+
Conta de luz muito alta: é possível pedir revisão? A conta de luz muito alta é um preço que pagamos por estarmos em casa. A pandemia fez com que o consumo subisse e o impacto médio foi de 3,92% nas contas de ...
23 de novembro de 2020
10 tipos de investimentos em Renda Fixa
+
10 tipos de investimentos em Renda Fixa O investimento em Renda Fixa tem muitas vantagens, principalmente para quem tem um perfil mais conservador. Quando você opta pelo investimento em Renda Fixa você ...
1 de abril de 2021