Plano estratégico – por onde anda sua vida empresarial?

Plano estratégico – por onde anda sua vida empresarial?

O plano estratégico é uma habilidade de gerenciamento que ajuda pessoas a pensarem em longo prazo dentro ou fora de organização.

Alguns elementos-chave e marcos do planejamento estratégico são: missão, visão, metas, planos de ação e acompanhamento.

O que é um plano estratégico

O ser humano tem uma capacidade incrível de se concentrar no que é urgente e esquecer solenemente o que é importante.

Pense na sua rotina. Quantas vezes você se senta para planejar? Se sua resposta for “muitas vezes”, deve ser parabenizado.

Um ser humano normal “empurra com a barriga”. Ele é imediatista.  Ele resolve um problema do cliente, ajuda a um amigo e faz tudo o que precisa ser feito “na hora”. Mas ele não sabe o que ele quer em dois anos, por exemplo.

No início do negócio, os líderes se preocupam com vendas, entrega e sobrevivência. Com o tempo, percebemos que o que está sendo feito é “vender o almoço para comprar o jantar”.

Sem deixar de pensar em atividades importantes e não urgentes, os resultados em longo prazo nunca melhorarão.

E aqui não estamos falando de cobrar milhões e criar um império. O planejamento também é importante para aqueles que buscam apenas tranquilidade.

Neste artigo, explicarei o formato que mais gosto em um planejamento estratégico:

  • Posicionamento e propósito – definir a cultura organizacional da empresa;
  • Metas, objetivos e indicadores – quantificação do crescimento;
  • Apresentação e partilha – é hora de motivar;
  • Execução e monitoramento – coloque as mãos na massa.

Como montar um plano estratégico

Identidade Organizacional

Este passo é muito importante para o nascimento de um plano estratégico.

  • Missão: propósito, essência do negócio;
  • Visão: o sonho da empresa;
  • Valores: práticas já em ação ou desejadas para realizar a essência e realizar o sonho.

– A missão

É uma organização de propósito. Não deve ser apenas produto, mas combustível, algo que o diferencia de todos os concorrentes. Por que a empresa existe?

Exemplos de missão:

Plano estratégico

– A visão

Ele está sonhando com a organização. Difere de um objetivo por causa de sua natureza ambiciosa e de longo prazo. Uma padaria poderia ter uma meta, por exemplo, aumentar 10% das vendas no ano que vem, mas essa nunca foi sua visão.

A visão seria mais ambiciosa para se tornar a maior cadeia de padarias do estado em 10 anos, abrindo novas filiais. Veja:

Plano estratégico

– Valores

Acreditamos em valores como atitudes a serem demonstradas pela equipe que pode ter a visão de uma empresa.

No exemplo da padaria que quer tornar as reuniões familiares inesquecíveis, não faria sentido contratar pessoas individualistas ou despreocupadas com sua própria família.

Para atingir o objetivo de se tornar a maior rede estadual e abrir franquias, seria importante ter como valores a ambição e a disciplina para programar e monitorar os processos.

O mais importante no caso dos valores é a definição do seu significado dentro da empresa. Por exemplo, proatividade. A palavra é linda, mas o que você quer ver nas pessoas?

Proatividade:

  • Que resolva o problema de um cliente antes de consultar o gerenciamento;
  • Que se antecipe em contatar os fornecedores antes do esgotamento;
  • Que mantenha o ambiente de trabalho limpo sem esperar que alguém o faça.

Planejamento participativo

Qualquer que seja o objetivo do seu negócio, recomendamos sempre o planejamento participativo – ou seja, realizar todo o processo de planejamento em colaboração com toda a organização.

Se sua empresa for muito grande, esse processo pode ser feito primeiro no nível da tabela e, em seguida, em cascata para cada domínio.

Neste caso, os membros mais importantes realizam a parte estratégica do plano: identidade organizacional e objetivos gerais.

Então, os líderes e departamentos de negócios se sentam com suas equipes para o planejamento tático. Em outras palavras, define as contribuições de cada um para os objetivos gerais.

Em outras palavras, é uma maneira de dividir não apenas as tarefas, mas também o processo de escolha do caminho que a empresa seguirá.

Quem sente que possui algo, cuida melhor, faz mais amor e dedica mais. Um colaborador lutará mais para atingir uma meta imposta ou ajudada a definir?

Um ponto forte é considerado uma vantagem competitiva quando é raro (nem todo mundo), valioso (gera uma percepção de desejo no cliente), inédito (ou não copiável) e não substituível.

Plano estratégico

Objetivos Smart

O SMART é uma ferramenta usada para definir metas e objetivos em um projeto. Usado não apenas por empresas, mas também por pessoas que desejam alcançar seus objetivos, o SMART é um acrônimo, como mostrado abaixo:

Plano estratégico

Vamos aprofundar o conceito SMART:

  1. Específico: sempre seja preciso sobre o que você quer alcançar;
  2. Mensurável: é a capacidade de medir um objetivo. Ser mensurável torna-se essencialmente o fato de você sempre obter indicadores para medir os resultados;
  3. Alcançável: ter um objetivo maior do que a capacidade de uma empresa torna-se irrelevante para alcançar esses objetivos, pois não há sentido em sonhar alto e não ter os recursos para atingir uma determinada meta;
  4. Relevante: qual a importância de tal ação? O que adicionará essa ação à empresa? Nesta fase, os objetivos devem estar alinhados com a realidade atual da empresa no mercado.
  5. Baseado no tempo: é hora de iniciar algumas ações e economizar tempo para alcançar um determinado objetivo. Estipular tempos de espera para esses fatores é fundamental para o sucesso de um projeto.

Revisão do plano estratégico

Revisões são tão importantes quanto à execução. Sabemos que tudo planejado é planejado e é concluído no prazo, dentro do orçamento ou da maneira desejada.

Pior que isso, às vezes toda a sua realidade pode mudar de um momento para outro e, nesse momento, é importante estar atento e examinar suas ações para tomar novas ações rapidamente.

Portanto, consideramos que revisões periódicas são um elemento-chave no alinhamento de diferenças que podem ocorrer no momento da viagem.

Depois de um planejamento rigoroso, apresentados aqui é hora de coloca-lo em prática e rever seu plano de ação em relação a sua vida e seus negócios.

Qual etapa do plano estratégico sua empresa já definiu? Conte como foi a experiência!

CLIQUE AQUI para conhecer o Sistema 3C da Construção de Riqueza!

Equipe Eduardo Moreira

Você também pode gostar

Deixe um comentário