Quais taxas os bancos podem realmente cobrar?

Quais taxas os bancos podem realmente cobrar?

Muitas pessoas se perguntam quais são os serviços que o banco pode cobrar, já que as taxas vêm sendo cada vez maiores e cada vez mais comuns.

Por isso, é interessante ter em mente quais são as taxas liberadas para cobranças, a partir da resolução do Banco Central, para que não tenha gastos desnecessários.

Sendo assim, vamos trazer todas as informações sobre quais são as taxas e como você pode se preparar para isso. Confira abaixo quais taxas os bancos podem realmente cobrar.

Quais taxas os bancos podem realmente cobrar

Serviços prioritários

Os serviços prioritários são aqueles que podem ser cobrados, a depender da sua natureza, tendo em vista quais são as possibilidades de negócios que podem ser feitas e oferecidas por todos os bancos.

Mesmo tendo algumas agências bancárias, principalmente os bancos digitais isentando estas taxas, a cobrança pode sim ser feita, e fica a cargo de cada banco definir os valores que serão negociados. 

Cadastro de contas

O cadastro de contas geralmente é grátis ou deve ser feito com um valor que vai ser depositado diretamente na sua conta, seja poupança ou seja ela corrente.

Normalmente isso vai depender de qual banco, tendo uns que exigem essa cobrança e outros que abrem mão dessa cobrança.

Por isso, e por observar os serviços oferecidos, esse é um custo cobrado pelos bancos e com base na liberação do Banco Central.

Transferências

Outro custo que é bastante observado dentro dos serviços prioritários, é o custo com transferências entre contas de diferentes bancos.

Este é um custo liberado pois são adicionadas as taxas de operação, que são necessárias para que você consiga finalizar a ação.

Entendendo que de fato pode ser observado um custo entre transferências de contas em bancos diferentes, é liberada essa cobrança.

Serviços especiais

 Como o nome já diz, os serviços especiais participam de outra categoria, e por isso também podem ser cobradas taxas referentes à sua utilização, e tais taxas assim como as anteriores são definidas por cada banco.

E também como os exemplos anteriores, mesmo tendo alguns bancos não fazendo esse tipo de cobrança, a mesma é liberada para ser feita, de acordo com taxas específicas e finalidades também.

Quais taxas os bancos podem realmente cobrar?

FGTS 

O FGTS é um dos tipos de cobranças feitas, principalmente por se levar em conta que são muitas as contas que são geridas e feitas essas cobranças, o que gera também um certo custo para a sua gestão.

As taxas para cobranças são feitas de acordo com cada banco, e também essa gestão vai depender de outros pontos que a agência pode achar relevante, desde que esteja explicitada para todos os clientes.

Empréstimo rural 

O empréstimo rural ou crédito rural também é um serviço que costuma ser taxado, e possui uma grande variação de banco para banco, que vai optar pela cobrança para lidar melhor com os custos de cada operação.

Normalmente os bancos públicos são os que oferecem melhores taxas, e você pode ter o conhecimento de cada uma delas a partir da assinatura do contrato contendo todas as especificações, inclusive de cobrança.

PIS/PASEP 

O PIS/PASEP pode ser cobrado a depender da situação do contrato e da predisposição do banco em si, que ao taxar, também arca com toda a gestão e administração do benefício que é devolvido para os usuários.

Novamente é um custo menor sempre em bancos públicos, ainda que nos privados possam ser revistos e negociados a depender de uma série de pontos a serem analisados por ambas as partes envolvidas.

Conta salário

A administração da conta salário pode envolver alguns custos, para a sua manutenção, e também para a administração de alguns benefícios que devem ser direcionados especificamente para essas contas.

Se a conta for digital pode não ser cobrada, mas no caso de agências físicas e de bancos tradicionais, exige um custo recorrente, geralmente feito em um valor ligeiramente abaixo do que se espera.

 Serviços diferenciados

Como o próprio nome já diz, esses serviços são os mais cobrados, visto que exigem do banco um funcionamento especial ou uma forma de gestão que sai de sua alçada, e que gera alguns custos para o seu cumprimento.

Esses serviços, embora possam ser cobrados, devem ser amarrados em contrato, e por isso é importante ficar atento às regras deste mesmo contrato e como você pode avaliar a assinatura ou não, aderindo aos valores negociados.

Algumas taxas cobradas por bancos, mesmo os tradicionais, não estão de acordo com a legislação, e por isso é importante estar atento em quais são as taxas liberadas para cobrança e quais não podem ser feitas.

Mesmo que alguns bancos digitais abram mão de algumas cobranças, elas são garantidas pelo Banco Central, para a garantia desses serviços.

Estar atento à essas cobranças podem ajudar na forma como você consegue se prevenir para alguns serviços e até abrir o olho para outras cobranças ilegais.

Você tem alguma dúvida sobre quais taxas os bancos podem realmente cobrar? Comente abaixo!

CLIQUE AQUI para conhecer o Sistema 3C da Construção de Riqueza!

Equipe Eduardo Moreira.

Você também pode gostar

Deixe um comentário