Entenda o novo crédito consignado com garantia do FGTS

Entenda o novo crédito consignado com garantia do FGTS

O Governo Federal modificou o sistema de concessão de créditos com a finalidade de facilitar créditos consignados para os trabalhadores do setor privado, com a garantia do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

O novo crédito consignado entrou em vigor no dia 26 de setembro. Confira como funciona e tire suas dúvidas.

Entenda o novo crédito consignado

Com o novo crédito consignado, a Caixa Econômica Federal vai criar uma conta separada do FGTS do trabalhador. Contudo, vinculada à conta original, que conterá 10% do fundo mais os 40% de multa rescisória, devidos pela empresa, no caso de uma eventual demissão, que servirá exclusivamente para garantir o pagamento do empréstimo.

Com as mudanças normativas que deverão ser feitas pela Caixa, o banco terá a possibilidade de realizar uma consulta prévia para apurar a margem consignável disponível de cada trabalhador, além de conferir os percentuais da nova conta, que servirá apenas para a garantia do empréstimo.

Com isso, há um menor risco de inadimplência. Como o empréstimo tem a garantia do FGTS, o risco passa a ser menor ainda, e possibilita que as taxas de juros sejam menores que as cobradas em outras modalidades de crédito.

O Conselho Curador da Caixa definiu as regras para o empréstimo: de acordo com as regras, a taxa de juros não poderá exceder 3,5% ao mês. Com isso, o novo crédito consignado ficará cerca de 50% menor que outras possíveis operações de crédito.

O prazo de pagamento poderá ser acordado no máximo por até 48 meses, ou quatro anos.

Segundo o Banco Central, no início de 2018, a taxa média cobrada dos trabalhadores do setor privado no crédito consignado estava em 43,8% ao ano, enquanto os juros médios cobrados em todas as modalidades de crédito para pessoas físicas atingiram 73,2% ao ano.

Com a garantia do FGTS, as taxas do consignado não poderão ultrapassar o equivalente a 51% ao ano. A modalidade de crédito é mais interessante para quem está preso a uma dívida impagável, com juros extremamente altos como do cheque especial ou cartão de crédito.

O que é um crédito consignado

No crédito consignado, as parcelas são descontadas diretamente do salário ou da aposentadoria. Isso faz com que uma parte da renda fique comprometida antes mesmo do dinheiro chegar à conta do consumidor.

Segundo o Banco Central, hoje em dia mais de 20% da renda das famílias brasileiras é usada só para pagar as parcelas de suas dívidas, o que inclui os juros, um número que dobrou de tamanho nos últimos dez anos e continua crescendo.

Como solicitar o crédito consignado com garantia do FGTS

O empréstimo consignado com garantia do FGTS poderá ser solicitado em qualquer agência da Caixa por qualquer trabalhador brasileiro com carteira assinada.

Contudo, o valor do empréstimo dependerá do valor que o trabalhador tiver depositado na sua conta do FGTS. O banco tem a garantia de 10% do que tem depositado, mais os 40% da multa rescisória, em caso de demissão.

Portanto, se o trabalhador for demitido durante o pagamento do empréstimo, o banco poderá reter estes valores. O valor reservado como garantia do empréstimo seguirá rendendo normalmente na conta do FGTS do trabalhador até que seja feita a quitação do empréstimo.

De acordo com o Ministério do Trabalho, outros bancos poderão disponibilizar a nova linha de crédito que usa o FGTS, desde que sigam as regras estabelecidas em lei.

Dúvidas sobre o novo crédito consignado

  • Em caso de demissão o que acontece com o seu empréstimo consignado?

Infelizmente, as parcelas continuarão a ser cobradas. Entretanto, negocie imediatamente com o seu banco, pois o empréstimo consignado tem uma característica peculiar, por assim dizer: o empregado não pode comprometer 30% da sua renda.

Ou seja, quando ele é demitido, mesmo assim ele é cobrado e as parcelas continuam sendo descontadas, mesmo que você não tenha mais renda.

  • Quando vale a pena pegar empréstimo consignado?

O crédito pode ser um aliado ou um inimigo para o seu orçamento. É muito importante saber os prós e contras na hora de pegar um empréstimo, colocar na balança as reais vantagens.

O crédito consignado é uma das linhas de crédito mais baratas do mercado, por isso é uma ótima saída em várias situações. Quem trabalha com carteira assinada, é aposentado, pensionista do INSS ou funcionário público, pode acessar o empréstimo com facilidade.

  • Seja cauteloso ao optar por um empréstimo

Ainda assim, é preciso cautela na hora de contratar. Para usá-lo a seu favor, fique atento ao seu funcionamento e às situações em que ele pode ser seu aliado ou inimigo.

Você deve ficar atento ao Custo Efetivo Total do empréstimo. Quando o custo do empréstimo consignado for menor ou quando o rendimento do investimento for maior que as taxas do empréstimo consignado, o crédito vale a pena. Você só precisará comparar taxas de juros, prazos de pagamento e rendimentos.

Além disso, é muito importante que haja um objetivo com esse dinheiro, pois é uma dívida de longo prazo que você pode não conseguir o retorno necessário para quitar.

Enfim, já se programe para viver sem o valor da parcela no seu orçamento mensal. Se não houver um planejamento financeiro, você pode se enrolar ainda mais com dinheiro do que se não tivesse pegado o novo crédito consignado.

Você já precisou do crédito consignado? O que achou das mudanças? Conte para nós!

CLIQUE AQUI para baixar o Ebook Gratuito “Como evitar os 7 Pecados dos Investidores”!

Equipe Eduardo Moreira

Você também pode gostar

Deixe um comentário