5 investimentos para fazer com a restituição do IR

5 investimentos para fazer com a restituição do IR

Está interessando em investir o seu dinheiro, mas não sabe muito bem qual das opções escolher? Sem problemas. Veja cinco investimentos para fazer com a restituição do IR.

O que é restituição do IR

A restituição do Imposto de Renda acontece quando é detectado pela Receita Federal que você pagou mais impostos do que de fato você deveria.

Sendo assim, a Receita Federal irá devolver parte do valor que você pagou a eles. Normalmente essa quantia é devolvida até o último mês do ano em que ouve a declaração do IR, dezembro, no caso.

Você poderá verificar se você terá a restituição do Imposto de Renda através dos lotes que a Receita Federal vai liberando, para que possa ver em qual dos sete lotes que você possa ter sido contemplado.

As datas são:

  • 15 de junho;
  • 16 de julho;
  • 15 de agosto;
  • 17 de setembro;
  • 15 de outubro;
  • 16 de novembro, e
  • 17 de dezembro;

Essa verificação acontece através do site da Receita Federal onde você deverá acessar através do seu CPF, data em que nasceu e o ano da Declaração de Impostos de Renda, no caso, 2019.

Depois disso você deverá digitar os caracteres de verificação de segurança e avançar;

5 investimentos para fazer com a restituição do Imposto de Renda

– CDB:

O Certificado de Depósito Bancário é emitido por bancos para a realização de empréstimos a terceiros ou mesmo pagamento de dívidas. Ele é um investimento de renda fixa, assim como a poupança.

Nesse caso é como se você emprestasse dinheiro ao banco para que ele empreste para outras pessoas ou pague suas próprias dividas.

Ele é considerado um investimento seguro e tem como garantia o mesmo órgão das aplicações na poupança, o Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

Vale lembrar que o funcionamento é o mesmo em todas as instituições que vendem esses títulos, a única diferença está justamente nos investimentos que estão disponíveis e quais serão as suas margens de lucro, ou seja, a taxa de juros que você irá receber ao emprestar esse dinheiro.

5 investimentos para fazer com a restituição do IR

– Fundo de Investimento:

Os fundos de investimentos é um meio do qual várias pessoas investem o seu dinheiro, com o mesmo objetivo.

Essas pessoas são chamadas de cotistas, pois eles compram cotas, com o objetivo de obviamente, obter ganhos a partir do mercado financeiro.

O bom exemplo do condomínio, realmente cai muito bem aqui, mas irei tentar facilita-lo ainda mais. Os fundos de investimentos funcionam da seguinte maneira:

Com o dinheiro que você irá investir, você irá comprar a sua cota e pagar um gestor para conseguir gerenciar o fundo. Cada fundo de investimento obtém determinadas regras que devem ser seguidas. Assim como em condomínios você paga o sindico para cuidar do local e também, existem regras que devem ser seguidas.

Todos os participantes terão a mesma rentabilidade e no mesmo período, pois você poderá manter o mesmo número de cotas investidos, o que vai mudar no seu investimento é o valor que elas podem vir a ter diariamente, justamente por causa dos altos e baixos do mercado financeiro.

– LCA:

LCA, ou Letra de Crédito do Agronegócio, são títulos emitidos por empresas privadas ou públicas, no caso, bancos, com o objetivo de conseguirem recursos para poderem financiar o setor agrícola.

Nesse caso, você empresta dinheiro para o banco que irá te devolver o dinheiro com uma taxa de juros acrescida.

Por estar relacionado a isenção do IR, ele consegue apresentar uma rentabilidade bem maior que outros tipos de aplicações da renda fixa.

Outro ponto desse investimento é que ele é de baixo risco, sendo assim, as suas chances de não receber o dinheiro que você investiu e os juros está ligada a possível quebra do banco, assim como é a poupança e o CDB.

– LCI:

Esse é um investimento de renda fixa que está ligado ao mercado imobiliário, assim, como os mencionados acima, você estará emprestando o seu dinheiro para o banco.

Porém, assim como mencionei, a utilização do dinheiro será para o fundo imobiliário.

Quando emprestar esse dinheiro para o banco, será feito um contrato que irá determinar o quanto ele irá te pagar de juros dentro de um prazo determinado pelo banco e aceito por você, claro.

Você aqui terá então duas formas de renda, a pré-fixada e a pós-fixada. A segunda é a mais comum dentro do mercado.

A pós-fixada é um percentual do CDI, Certificado de Depósito Interbancário que será negociado pelo banco e ele poderá oscilar de acordo com o valor que você aplicou e também o prazo de aplicação.

Já o LCI pré-fixado o investidor consegue saber antes mesmo de receber o valor de volta, qual será o seu possível ganho, mesmo que o CDI oscile.

O Tesouro Selic, é uma abreviação para Sistema Especial de Liquidação e Custódia.

Ele é muito comparado com a poupança, por ser de baixo risco, assim como a primeira, porém, aqui o seu retorno se torna muito maior.

Ao participar do Tesouro Selic você estará comprando um Título Público e emprestando dinheiro para o setor público do país e recebe os juros por isso.

Se você deseja investir o seu dinheiro, mas ter a flexibilidade para poder resgatar esse dinheiro quando quiser e não perder nenhum dos lucros obtidos, aqui você pode.

Se você é um investidor você sabe que quanto maior o risco que você se sujeitar estar, maior será os seus lucros, mas aqui, fique tranquilo, os riscos são praticamente inexistentes.

Já sabe o que fazer com a restituição do IR? Deixe nos comentários.

CLIQUE AQUI para baixar o Ebook Gratuito “Como evitar os 7 Pecados dos Investidores”!

Você também pode gostar

Deixe um comentário