Como descobrir se o seu gerente é confiável?

Como descobrir se o seu gerente é confiável?

Até que ponto o seu gerente é confiável e você pode acreditar em tudo o que ele te fala? As pessoas ainda têm muitas dúvidas, principalmente no momento de abertura de conta e investimentos.

Acontece que o gerente, geralmente, defende os interesses da instituição financeira e pode acabar te propondo alguns produtos que não interessantes para você.

Por isso, resolvemos preparar esse material, para te ajudar a prestar atenção em tudo o que o seu gerente te oferece e assim, você pode questioná-lo e ter certeza que ele está realmente preocupado com você.

Por que é importante ter um gerente confiável

A primeira coisa que você precisa ter em mente é que estamos falando do seu dinheiro e por isso, é fundamental descobrir se o seu gerente é confiável ou não.

É claro que você deve estar pensando que o gerente de um banco é uma pessoa capacitada e que não vai te prejudicar.

Mas acontece é que ele trabalha para uma instituição financeira e tem metas a bater. Então, será que ele vai deixar de lado essas metas e focar apenas no que é realmente bom para você?

Não estamos querendo falar que você não deva ouvir os seus conselhos, mas o ideal é que sempre escute uma segunda opinião ou mesmo fazer pesquisas, especialmente em relação a investimentos.

Confiar em meu gerente como consultor financeiro

Aqui que está um dos principais erros: achar que o seu gerente é confiável no quesito investimento.

Apesar de não podermos generalizar, o gerente da sua conta, geralmente, não é o melhor consultor financeiro. Como já foi dito, ele defende, em primeiro lugar, os interesses do banco.

Então, se você está pensando em fazer um investimento, por menor que seja, a dica é procurar saber quais os tipos de investimentos que existem e buscar por um especialista na área.

O que você precisa levar em conta é que talvez o banco não disponibilize todas as opções de acordo com o seu perfil. E o gerente só irá te mostrar o que ele tem.

Como descobrir se o seu gerente é confiável

Quando você for conversar com seu gerente, seria interessante você prestar bastante atenção ao que ele te fala e aí você já consegue perceber se pode ou não confiar nele:

1. Quando ele fala que o único investimento seguro é a poupança

Apesar da poupança ser um investimento seguro, existem outros que são tão seguros quanto e que rendem muito mais.

Por exemplo, o CDB ou o LCI. São investimentos que têm a garantia do FGC – Fundo Garantidor de Crédito – e assim, caso o banco quebre, você está garantido até 250 mil reais.

2. Quando ele quer te convencer que título de capitalização é investimento

Saiba que título de capitalização não é investimento. É apenas uma forma do seu dinheiro ficar preso no banco e dando a você a esperança que vai render muito.

E não é assim que funciona! A rentabilidade é muito baixa e você vai perder dinheiro.

3. Quando ele só te oferecer um produto

Todos sabemos que quanto mais diversificada sua carteira de investimentos, melhor.

E para saber se o seu gerente é confiável, ele deve te oferecer vários tipos de investimentos, de renda fixa e variável.

O problema é que ele tem que bater metas e se vender um aquele determinado produto, é melhor para ele, mas é melhor para você. Por isso que ele não te mostra outros tipos de investimento.

Como descobrir se o seu gerente é confiável?

4. Quando ele te oferece um investimento e não explica

Antes de mais de nada, fique bem atento quando seu gerente te liga oferecendo um produto. É claro que ele vai querer te convencer, dizendo que é uma oportunidade que você não pode perder.

E você pode cair numa armadilha! Será que ele é tão bonzinho assim?

Além disso, ele precisa te explicar tudo sobre o investimento: prazos, taxas, riscos e objetivos. Se ele não detalhar todos esses pontos, você não pode confiar nele.

5. Falta de transparência

É óbvio que você terá que pagar pelos serviços que usar, mas o seu gerente deve informar a você todos os custos envolvidos, de acordo com o pacote contratado.

Você precisa saber a tudo o que tem direito e não pagar por um serviço que não utiliza.

5. Quando o seu gerente quer te “empurrar” um produto

Apesar da venda casada ser ilegal, alguns gerentes fazem isso. Por exemplo, contrate esse serviço e adquira outro com um valor menor.

E por mais que pareça tentador, ele só está querendo te “empurrar” um outro produto para ajudar a bater suas metas.

Um exemplo: para você conseguir um empréstimo, deve contratar um seguro de vida. E de repente, o cliente pode estar precisando tanto de crédito que acaba aceitando.

Conclusão

Com base em tudo o que você acabou de ver, dá para perceber se o seu gerente é confiável ou não. Vale repetir que não podemos generalizar, caso contrário, você nunca teria uma conta em um banco.

Mas você precisa ficar bem atento e lutar pelos seus interesses. Os gerentes têm metas a bater e alguns deles, vão fazer de tudo para você contratar um determinado produto.

Uma outra coisa, mas aí não tem a ver com o gerente em si, mas com o banco. Saiba que serviços como internet banking, compensação de cheques ou saldo anual não podem ser cobrados.

Além disso, preste atenção quanto ao pacote contratado e veja a tudo o que você tem direito. E caso seja cobrada alguma tarifa excedente, entre em contato imediatamente com seu gerente.

Conte para nós: seu gerente é confiável? Em qual destas atitudes você percebeu isso?

CLIQUE AQUI para conhecer o Sistema 3C da Construção de Riqueza!

Equipe Eduardo Moreira.

Você também pode gostar

Deixe um comentário