O que fazer para sair do vermelho de vez

O que fazer para sair do vermelho de vez

Se o seu desejo é sair do vermelho de vez, saiba que assim como você, milhares de brasileiros estão passando hoje pela mesma situação.

Seja porque estão com dívidas no cartão de crédito, pendurados no cheque especial, enfim, a vida financeira está totalmente desorganizada. Mas a boa notícia é que você tem como reverter tudo isso, basta querer.

É claro que no começo vai ser um pouco mais difícil, mas a partir do momento que os resultados começam a aparecer, isso te motiva a seguir em frente.

Então, hoje você vai aprender a tudo o que deve fazer para voltar a ter suas finanças em dia. Avalie cada uma de nossas dicas e o importante é você reconhecer o que está fazendo de errado e mudar.

Dicas do que fazer para sair do vermelho de vez

Como já foi dito, o desejo de sair do vermelho é o sonho de milhares de pessoas. Basta dar uma olhada nas notícias para você ter uma ideia da quantidade de inadimplentes no país.

De repente, começaram a atrasar suas contas, gastar além do orçamento e quando se deram conta, as dívidas se transformaram em uma verdadeira bola de neve, praticamente impagáveis. Mas não se preocupe porque tem como resolver. Veja as dicas que separamos e comece a aplicá-las hoje mesmo:

1. Você sabe quais são as suas dívidas hoje?

É fundamental você saber qual é o valor da sua dívida hoje. Você precisa saber da sua situação financeira atual. E com base no total da sua dívida e, principalmente, para quem você está devendo, que vai ser possível começar a elaborar um plano para sair do vermelho.

2. Analise em detalhes todos os seus gastos

Você já sabe o valor da sua dívida. Agora, é o momento de saber para onde está indo o seu dinheiro. Veja o que pode fazer:

  • Registre todas as suas despesas fixas: conta de luz, gás, aluguel, condomínio, etc.
  • Liste gastos eventuais, como a manutenção do carro, compra de remédios, etc.
  • Não se esqueça de anotar tudo o que gasta no dia a dia.

Com a lista de todas as suas despesas, chegou a hora de comparar isso com a sua receita. É bem possível que as contas não fechem. Você conseguiu ver aonde está gastando mais?

3. Reduza as contas

Observe e veja quais as contas que podem ser reduzidas. Como:

  • Troque as lâmpadas por lâmpadas de LED
  • Junte as roupas para ligar a máquina de lavar e o ferro
  • Coloque o chuveiro elétrico na posição verão
  • Reveja o pacote de TV e o plano de celular

Esses são apenas alguns exemplos. São pequenas mudanças de hábitos que fazem a diferença.

4. Renegocie as dívidas com os credores

O ideal é procurar pelos credores cujas dívidas sejam as que cobram juros mais altos, como as do cartão de crédito e cheque especial. Tente renegociar essas dívidas, seja propondo um maior prazo ou a redução dos juros. E o importante é o seu credor perceber que você tem a intenção de pagar.

5. Solicite um empréstimo pessoal pode ser uma solução

Vale a pena conversar com o seu gerente para ver as taxas do empréstimo pessoal. De repente, se os juros forem menores do que o do cartão de crédito, por exemplo, uma ideia é trocar uma dívida pela outra. Com o montante do empréstimo, você quitaria a outra dívida. E ficaria com uma dívida menor.

O que fazer para sair do vermelho de vez

6. Cuidado com o cartão de crédito

Se você quer realmente sair do vermelho, o melhor mesmo é não usar o cartão de crédito, até que todas as suas dívidas estejam totalmente sanadas. Mas se tiver que usar para alguma emergência, evite as compras parceladas.

E mesmo depois que as suas contas estiverem em dia, apenas use o cartão de crédito com compras necessárias e nunca compre por impulso. Isso se você quer voltar a ter uma vida financeira saudável.

7. Poupe para ter uma reserva de emergência

Você que agora conseguiu sair do vermelho, já adotou novos hábitos, é a hora de começar a poupar para ter uma reserva de emergência.

Provavelmente, você chegou numa situação um tanto quanto delicada, porque não tinha feito um planejamento financeiro e nem uma reserva de emergência.

Os especialistas recomendam que o valor dessa reserva deve ser o equivalente a três meses das suas despesas. E caso aconteça algum imprevisto, você não vai precisar recorrer novamente ao cheque especial ou cartão de crédito.

8. Busque formas de investir o seu dinheiro

Hoje em dia, existem diversas formas para você investir o seu dinheiro, onde algumas, como por exemplo, o Tesouro Direto, com apenas 30 reais já se é possível investir.

Uma dica é você buscar o máximo de informações sobre tipos de investimento de acordo com o seu perfil e é importante fazer o seu dinheiro render. Caso tenha alguma dúvida, procure ajuda de um especialista para lhe orientar quanto ao melhor investimento.

É possível sair do vermelho

É claro que é, mas você precisa se organizar e o primeiro passo é fazer um bom planejamento financeiro. Priorize o que é realmente importante e evite os supérfluos. São hábitos que devem ser incorporados no seu dia a dia.

Na verdade, até você reequilibrar as suas contas e finalmente sair do vermelho, é um longo caminho, que vai ser necessário ter muita disciplina e perseverança.

Pode até ser que no começo seja difícil sobrar algum dinheiro para você poupar, mas se seguir as dicas que passamos, em pouco tempo, você vai perceber que o esforço valeu a pena para ter de volta o controle sobre as suas finanças.

Você já esteve no vermelho antes? O que fez para sair? Comente!

Existe uma forma de blindar a mente contra gastos. Conheça o Programa Mente Rica. CLIQUE AQUI!

Você também pode gostar

Deixe um comentário