Passo a passo para alcançar a independência financeira

Passo a passo para alcançar a independência financeira

Qual é a pessoa que não sonha com a independência financeira e poder aproveitar o futuro com tranquilidade e segurança?

Para alguns até pode ser algo impossível, mas saiba que é possível sim! Basta você se planejar e quanto antes começar, melhor.

É claro que não é uma tarefa simples, principalmente porque você vai ter que revisar e reavaliar o seu estilo de vida e fazer algumas mudanças.

E é exatamente isso que vamos te mostrar hoje: o passo a passo para alcançar a independência financeira.

Passo a passo para alcançar a independência financeira

Conheça agora o passo a passo para conseguir finalmente sua independência financeira:

1. Revisão de todas as contas

A primeira coisa a ser feita é você organizar todas as suas contas, isto é, todas as suas despesas. Isso pode ser feito em um caderno, numa planilha no Excel ou também em aplicativos.

A ideia aqui é saber exatamente quanto ganha e quanto gasta. E o que mais favorece para o total descontrole financeiro é se gastar mais do que ganha. Quando isso acontece, realmente fica complicado.

E hoje, no Brasil, milhões de pessoas estão endividadas justamente por isso. Então, chegou a hora de revisar todas as suas contas.

2. Separar as contas

Aqui, você vai separar suas contas entre aquelas essenciais, por exemplo, aluguel, contas domésticas, supermercado, etc.

E depois, deve registrar os gastos “supérfluos”, como um jantar num restaurante, um cafezinho na padaria. Sempre colocamos em supérfluos entre aspas porque é algo muito pessoal. Para algumas pessoas, uma ida a um restaurante é um supérfluo, mas para outras não.

Você precisa saber para onde está indo seu dinheiro e rever algumas dessas contas pode ser uma saída para começar a fazer com que sobre alguma coisa no final do mês.

Depois faça a comparação com a sua receita? Consegue ou não fechar as contas?

3. Cortar gastos

Vamos supor que depois de ter feito esse registro, continua no vermelho. É o momento de começar a cortar gastos. Veja algumas coisas que você pode fazer:

  • Não faça compras por impulso, compre apenas o que precisa;
  • Se a conta de luz está muito alta, mude alguns hábitos, por exemplo, espere juntar uma quantidade de roupa suficiente para ligar o ferro;
  • Faça uma lista antes de ir ao supermercado e siga à risca;
  • Reveja seu pacote de TV por assinatura e plano de celular;
  • Evite compras parceladas no cartão de crédito.

Essas são apenas algumas dicas. Cada pessoa tem suas próprias prioridades. O que é importante para você? Jantar num restaurante 3 vezes por semana ou ter uma reserva de emergência?

4. Quitar dívidas

É praticamente impossível ter uma independência financeira com dívidas. Caso você tenha dívidas com o cartão de crédito ou cheque especial, ou vai ter que procurar quitá-las e se isso não for possível, pelo menos tentar uma renegociação.

Procure seus credores e tente um desconto para pagamento à vista. Mas se não tiver dinheiro, tente diminuir os juros.

Uma ideia é pesquisar por empréstimos pessoais, onde a taxa de juros é bem menor do que aquela cobrada pelo cartão. E aí você troca uma dívida pela outra, mas estará pagando menos. E lembre-se: não contraia mais dívidas!

5. Estabeleça metas

Os especialistas em finanças recomendam que metas sejam estabelecidas. Você pode começar por metas a curto prazo, aquelas mais fáceis de serem alcançadas. E depois crie metas a médio e curto prazo.

E lembrando que essas metas precisam ser reais. Do que adianta querer economizar todos os meses R$ 1.000,00 se o seu salário é de R$ 1500,00.

Quando colocamos objetivos na vida, começamos a traçar estratégias para chegar lá.

Passo a passo para alcançar a independência financeira

6. Renda extra

De repente, você se deu conta que com o seu salário, não vai conseguir atingir suas metas. E por que não buscar por uma renda extra para complementar?

Pense em alguma coisa que você sabe fazer, por exemplo, doces, artesanato, ensinar matemática, traduzir e escrever artigos.

Hoje existem vários sites que disponibilizam trabalhos como freelancer: Workana, Getninjas, etc. Vale a pena pesquisar!

7. Reserva de emergência

Independentemente de qual seja a sua meta, é essencial ter uma reserva de emergência. Tente economizar todos os meses um valor.

Você precisa estar preparado para os imprevistos. E sem essa reserva, há um risco muito grande de se endividar mais uma vez e a independência financeira vai ficar cada vez mais longe.

8. Invista seu dinheiro

Não tem porque deixar seu dinheiro parado. Se você quer realmente a independência financeira, é a hora de buscar investimentos, de forma que o dinheiro renda.

Procure se informar sobre investimentos de acordo com o seu perfil. Com certeza, vai encontrar um. Mas lembre-se que a disciplina é fundamental!

A ideia aqui é você encontrar um tipo de investimento que te dê tranquilidade no futuro e quando falamos em ser disciplinado, é para que você não se perca no meio do caminho e realmente não meça esforços para alcançar a sua tão sonhada independência financeira.

Como conquistar a independência financeira

Se você seguir esses passos, vai ser bem mais fácil do que você imagina. Quando você consegue fazer um planejamento financeiro e ter um maior controle de todos os gastos, já é um excelente começo.

O problema é que algumas pessoas acabam relaxando e usando o dinheiro guardado para outras coisas. Mas tenha sempre em mente que o mais importante é a sua independência financeira.

É isso que vai garantir um futuro com segurança! E com ela, você vai poder aproveitar a sua vida.

E aí, você está pronto(a) para ser independente financeiramente? O que falta isso?

CLIQUE AQUI para conhecer o Programa Mente Rica!

Você também pode gostar

Deixe um comentário