17 de abril de 2019

O que são títulos públicos e como investir

O que são títulos públicos e como investir

Muito se ouve falar em títulos públicos, mas o que realmente significa? Sabia que você pode investir mesmo com pouco dinheiro? Se você é um iniciante, o melhor é buscar pelo máximo de informações e assim pode fazer a escolha mais assertiva.

Por isso, preparamos este artigo para que possa tirar todas as dúvidas e, no final, saber em qual ou quais títulos vai querer investir.

O que são títulos públicos

Por mais que possa parecer complicado o mercado financeiro, inclusive quando o assunto são títulos públicos, não é tão difícil assim. O que precisa é você procurar se informar e saber como funciona.

Como o próprio já mostra, são títulos emitidos pelo Governo Federal, mais conhecidos por títulos do Tesouro Direto. Mas para que serve? É como se você ao comprar, estaria emprestando dinheiro para o Governo que usa para custear projetos de educação, infraestrutura, segurança, entre outros.

Classificação dos títulos públicos

Só para você se situar, o Tesouro Direto foi criado em 2001, uma parceria com o Tesouro Nacional e a BM&F Bovespa. Antes de entrar em cada um deles, veja como são classificados:

  • Prefixados: você já sabe qual será a rentabilidade quando for investir, onde receberá os juros no vencimento;
  • Pós-fixados: a rentabilidade é variável, vai depender do índice utilizado, mas nesse caso é a Taxa Selic;
  • Híbridos: é o título que é composto de uma parte fixa e uma variável.

Principais títulos públicos

Veja abaixo os títulos públicos disponíveis e descubra qual é o mais indicado para você:

LTN – Letras do Tesouro Nacional

São títulos prefixados, ou seja, o investidor sabe exatamente qual será a rentabilidade.

NTN-F – Notas do Tesouro Nacional

Também são títulos prefixados, mas a diferença é que o investidor recebe cupons de juros a cada seis meses.

NTN-B – Notas do Tesouro Nacional

São títulos pós-fixados, cuja rentabilidade está atrelada ao IPCA e também recebe cupons semestrais de juros.

NTN-B – Principal

Funciona da mesma forma que o anterior, mas não disponibiliza cupons semestrais de juros.

LFT – Letras Financeiras do Tesouro

Esses títulos públicos são indicados para aquele investidor que busca por uma rentabilidade pós-fixada, mas indexada à taxa de juros da economia – Taxa Selic.

O ideal para você saber qual título investir, é conhecer o seu perfil de investidor e associar isso aos seus objetivos, pois existem títulos de curto, médio e longo prazo, podendo ser indexados a índices da inflação, Taxa Selic ou prefixados.

O que são Títulos Públicos e como investir

Como começar a investir

Há ainda quem pense que é muito difícil investir em títulos públicos e é exatamente por isso que nem pensam na ideia. Mas tenha em mente que este investimento é mais rentável que a poupança e tão seguro quanto, pois tem a garantia do Governo Federal. E se pensar, é quase impossível o governo quebrar.

Então, você pode investir no Tesouro Direto de duas formas:

  • No próprio site do Tesouro
  • Ou através de corretoras de valores

Como investir no site do Tesouro Direto

Antes de mais nada, é preciso que o investidor tenha CPF válido e uma conta corrente em alguma instituição financeira. Preenchendo esses requisitos, é o momento de se cadastrar em uma instituição financeira (Agentes de Custódia) habilitada no Tesouro Direto. Depois disso, receberá por e-mail uma senha para acessar o Tesouro Direto e já pode começar a investir.

Investindo através de uma corretora de valores

O primeiro passo é encontrar uma corretora da sua confiança. Procure se informar sobre a sua reputação e os serviços disponíveis. Depois, será necessário abrir uma conta na corretora, onde você vai fazer um cadastro. A grande facilidade é que você pode fazer tudo pela internet.

Lembrando que você precisa ter uma conta em um banco para transferir o dinheiro para essa conta que você abriu. Assim que estiver tudo aprovado, você já pode começar. Basta escolher qual dos títulos públicos se adequam mais ao seu perfil, investir e esperar o rendimento.

Custos do Tesouro Direto?

Em todas as operações relacionadas aos títulos públicos, há a incidência de impostos e taxas. Os impostos cobrados são: IOF(Imposto Sobre Operações Financeiras) e o Imposto de Renda.

No caso do IOF, só será cobrado se o resgate for feito em menos de 30 dias e o para o Imposto de Renda, a alíquota é regressiva, dependendo do período de aplicação. Por exemplo, aplicações com prazo de até 180 dias, a alíquota é de 22,5%. Já se a aplicação com prazo acima de 720 dias, a alíquota é de 15%.

Agora, em relação às taxas, são cobradas duas taxas, uma pela instituição financeira e outra pela BM&F Bovespa. Na verdade, a taxa cobrada pela BM&F Bovespa se chama de taxa de custódia, no valor de 0,25% ao ano sobre o valor dos títulos.

Já as taxas cobradas pelas instituições financeiras podem variar, inclusive algumas corretoras nem cobram. Por isso que é importante se informar no momento da contratação.

Vale a pena investir em títulos públicos?

Separamos aqui alguns benefícios para você se certificar que vale a pena:

  • Seguros: o risco é baixíssimo ao considerar que você tem a garantia do Governo Federal;
  • Boa liquidez: você pode resgatar o dinheiro investido quando precisar;
  • Investimento baixo: a partir de 30 reais já é possível investir.

Por todas essas razões, principalmente se você comparar com a caderneta de poupança, vale a pena sim investir em títulos públicos.

Entre as vantagens de se investir em títulos públicos, além da segurança, é que você pode montar a sua carteira de acordo com os seus objetivos. De repente você quer fazer uma poupança mais a médio, longo prazo, mas também pode desejar uma liquidez mais rápida.

Agora é com você! Avalie as características de cada um e se ainda tiver alguma dúvida, comente abaixo!

CLIQUE AQUI para conhecer o Sistema 3C da Construção de Riqueza!

Equipe Eduardo Moreira.

Eduardo Moreira

Eleito um dos três melhores economistas do Brasil pela Revista Investidor Institucional, Eduardo Moreira foi apontado pela Universidade da Califórnia como o melhor aluno do Curso de Economia nos últimos 15 anos. Autor de diversos best-sellers, Eduardo foi o primeiro brasileiro a ser condecorado pela rainha Elizabeth II no Castelo de Windsor, em junho de 2012.

Saiba Mais
Deixe um comentário
Você também pode gostar
É seguro investir em ações Blue Chips?
+
É seguro investir em ações Blue Chips? No mercado financeiro as ações das empresas recebem uma classificação de acordo com sua capitalização e giro financeiro. Blue chip é o termo usado para ...
1 de abril de 2020
Vídeo – Denúncia Urgente
+
Vídeo – Denúncia Urgente Está para ser votado um absurdo no congresso nacional referente a um pacote de ajuda para os bancos que vão poder vender seus títulos podres em carteira. Pode ...
3 de abril de 2020
Em que fase estamos da crise? Perto do fim ou do começo?
+
Em que fase estamos da crise? Perto do fim ou do começo? Em que fase estamos da crise? Perto do fim ou do começo? Em momentos como este é preciso conhecimento para se blindar das incertezas e fazer a escolha mais ...
26 de março de 2020