Poupança para os filhos: vale a pena? Saiba mais

Poupança para os filhos: vale a pena? Saiba mais

Já parou para pensar em cortar a mesada do seu filho e investir em rendimento financeiro, garantindo assim o futuro dele (a)? Pois é, alguns deles se lessem isso agora iriam nos odiar! Hoje. Mas amanhã irão agradecer! Veja como funciona a poupança para os filhos.

Fazer um plano de economia e gerar rendimentos a longo prazo para os filhos é muito mais eficiente do que uma mesada que certamente ele irá gastar com coisas que não precisa se tornando assim, mais um consumista neste mundo.

Todavia, se ele analisar os benefícios de se poupar desde cedo, juntos, a família pode fazer grandes planos para o futuro de suas crianças e adolescentes tornando-os mais eficientes e adultos seguros.

Sendo assim, muitos pais optam por abrir uma poupança para os filhos acreditando ser esta sua única opção de investimento a longo prazo e, acreditam ainda, que seus rendimentos são bons. E são.

Porém, a má notícia é que não são muito lucrativos devido à inflação, isso faz com que os rendimentos da poupança oscilem um pouco.

Mas, a boa notícia é que essa não é a unica forma de investir e gerar rendimentos se a intenção é guardar dinheiro para seu filho no futuro. Antes de aplicar o dinheiro é bom que saiba se realmente abrir uma poupança pode ser o melhor negócio a se fazer.

Rendimento da poupança para os filhos

Você sabia que: o produto (rendimento) da poupança até hoje é de 0,37% ao mês? (Fonte: Banco Central)?

Muitos brasileiros pensam em investir na poupança, mas não sabem exatamente o rendimento de uma poupança, assim como algumas normas de cálculos da rendição da tradicional caderneta.

Entender sobre isso é fundamental antes de tomar decisões sobre quais melhores alternativas existem para garantir o futuro do seu filho.

Você sabe de fato qual a rentabilidade do dinheiro que deposita em uma caderneta de poupança? Dados atualizados e divulgados pelo Banco Central se referem em torno de 0,37% ao a.m.

Enquanto isso, parte dos brasileiros não sabem a rentabilidade do dinheiro aplicado na caderneta de poupança, bem como as regras de cálculo do rendimento da tradicional caderneta.

É importante que saiba que podem existir outras aplicações financeiras que podem ser mais atraentes do que a poupança.

Diante da baixa rentabilidade (mas que ainda é uma boa alternativa) ressaltamos tudo deve ser considerado e, inclusive de que ela é isenta de imposto de renda e é tida como um investimento de baixo risco.

Mas esse é um assunto para mais à frente. Primeiro vamos entender direitinho como funciona o rendimento da poupança.

Poupança para os filhos: vale a pena? Saiba mais

Como escolher um banco

Antes de escolher um banco saiba de uma coisa: para a conta poupança, os bancos oferecem o mesmo rendimento, ou seja, de uma forma geral todo o rendimento é igual.

Sendo assim, se está em dúvidas em relação a isso, a resposta é a mesma: o rendimento da poupança é igual em todos os bancos!

Mais precisamente no ano de 2012, uma regra que definia sobre quanto irá render ao mês a caderneta de poupança foi alterada. De lá para cá, o lucro da poupança está ligado ao nível da taxa básica de juros da economia, a Selic.

Dessa forma saiba que, para entender e saber quanto irá render a poupança, você precisa estar por dentro sobre quanto rende a taxa Selic.

Aniversário da poupança – Entenda o que é

Apesar de ser uma escolha um tando quanto seguro e de riscos baixos, um detalhe que não pode passar despercebido é que o lucro dos depósitos só ocorre mensalmente, no chamado “aniversário”.

É bem simples: se você fizer um depósito, no caso uma aplicação, no dia 10 de junho somente no dia 10 de julho é que haverá rendimentos dos juros e assim por diante – ou seja, sempre no dia 10, a remuneração irá incender sobre o valor que foi aplicado.

É de suma importância que saiba disso, pois se pretende resgatar os juros antes do chamado “aniversário” você não irpa ganhar nada de juros.

Continuando, conforme forem realizados os aportes em diferentes dias, o lucro de cada depósito seguirá uma data de aniversário específica e por aí vai.

A poupança vale a pena? 

A rentabilidade real da poupança se dará à medida que a inflação cresce ou diminuiu. Ou seja, a inflação tem grande impacto sobre os rendimentos da caderneta de poupança.

Sendo assim, nos anos em que a inflação se apresentou mais baixa, o valor da aplicação na caderneta de poupança rendeu mais.

Apesar de seguro no quesito “seu dinheiro está guardado e rende mesmo que pouco” se sua intenção é poupar para investir talvez esta não seja a melhor opção.

Em suma, se possui um filho já adolescente, provavelmente é uma boa ideia partir para uma poupança onde ele irá começar a gerir seu dinheiro e recebendo lucro de alguma forma.

Mas se ele é apenas uma criança, o ideal é investir em algo que realmente traga algum rendimento a mais.

Com o passar do tempo você verá que abrir uma poupança para os filhos talvez não tenha sido a melhor das opções e verá que perdeu mais dinheiro para a inflação do que ganhou com os rendimentos.

Tenha sempre em mente que: o seu dinheiro deve render mais do que a inflação atual ou futura. Porém, arriscar demais também não é bom.

Existem outros investimentos como: carteiras de investimentos, investimentos em títulos do tesouro, mistos e CDB, que são as opções algumas das mais seguras e de boa rentabilidade.

Outro investimento no momento pode ser arriscado demais e você deve ter cautela. Lembre-se que a segurança do seu filho e seu dinheiro é que estão em jogo.

O sempre recomendável é se informar em seu banco ou em sua seguradora sobre as melhores formas de investimentos e quais são os riscos eminentes.

O que você acha de criar uma poupança para os filhos? Conte para nós!

CLIQUE AQUI para conhecer o Sistema 3C da Construção de Riqueza!

Equipe Eduardo Moreira

Você também pode gostar

Deixe um comentário