Seu cartão de crédito é seu aliado? Deveria ser…

Seu cartão de crédito é seu aliado? Deveria ser…

É inevitável. Nós sempre nos referimos ao cartão de crédito como o grande vilão das dívidas dos brasileiros. Mas isso não é à toa! O Brasil é considerado o país com maior índice de endividamento por juros de cartão de crédito do mundo.

Repare: 76,7% das dívidas têm como causador o cartão de crédito. Realmente a sua comodidade e praticidade fazem dele uma ferramenta muito conveniente no nosso dia a dia.

O cartão de crédito surgiu como facilitador para as pessoas. Ele permite compras parceladas e aumenta o poder de compra da população.

Mas como, então, transformar o cartão de crédito no seu aliado? Separamos algumas dicas que podem te ajudar a melhorar a sua relação com o queridinho dos brasileiros e fazer até o seu dinheiro render mais. Confira!

Cartão de crédito como aliado

1. Cartão de crédito não é complemento de renda

O primeiro passo para aprender a usar o cartão de crédito como aliado é entender que ele é uma forma de pagamento, e não um extra na sua renda mensal.

Isso significa que o seu limite não é um segundo salário, mas sim a possibilidade de parcelar algo, planejar o pagamento de compras para os próximos meses e gastar seu dinheiro de maneira mais segura.

2. Utilize para a sua organização financeira

Para aqueles que usam o cartão de crédito com, poder juntar o pagamento de todas as compras e despesas em uma única data é uma mão na roda.

Você pode contar com o cartão de crédito para aumentar o seu controle sobre as suas despesas. Isso porque o cartão traz todo mês uma fatura detalhada de tudo o que foi gasto, podendo te ajudar a saber exatamente para onde o seu dinheiro está indo.

O limite do cartão também pode funcionar como uma forma eficaz de controle, impedindo que você gaste mais que o necessário — basta reduzir as compras em débito e em espécie para que você não fique sem dinheiro para pagar a fatura no final.

Além disso, com a tecnologia de hoje, é possível consultar os gastos diariamente até pelo seu smartphone. Dessa maneira, você sempre vai saber o quanto ainda pode gastar e se há espaço para parcelar alguma compra sem comprometer seu limite nos próximos meses.

3. Adira a Sistema de Pontos

A maioria dos cartões de crédito oferecem diversos benefícios para o cliente que o utiliza. O mais conhecido deles é o sistema de pontos. A cada real pago na fatura, você ganha um valor correspondente em pontos. Esses pontos podem ser trocado em produtos, milhas de viagens, descontos em cinemas, etc.

Tem pessoas que tem como meta uma viagem e passa a comprar e pagar as contas no cartão de crédito para juntar milhagem. Para isso, é necessária uma organização extra.

Monte uma planilha com todas as compras que faz no cartão de crédito e você precisa se comprometer a tirar o valor da compra da sua conta corrente e colocar na poupança.

Resumindo: é como se você tivesse comprando no débito, porém a conta só será paga quando vier a fatura. Você só está mudando a data do pagamento. Essa organização é importante para que você não se perca em gastos e acabe enrolando a sua vida financeira.

4. Tenha metas e objetivos

É um risco muito grande ter um grande aliado e não ter metas claras sobre quanto deseja gastar ou sobre quais objetivos quer alcançar ao usá-lo.

Estes dois pontos são chaves também porque ajudam a direcionar o uso do cartão. E também são bons tópicos, no caso das famílias, para uma boa conversa sobre finanças.

5. Quite sua fatura em dia

Controlando seus gastos através dos lançamentos no cartão, você já reduz significativamente as chances de extrapolar o orçamento no final do mês, mas mesmo se isso acontecer, ainda há solução.

Nesses casos, você pode entrar em contato com o emissor do cartão para informar a situação e negociar a dívida, podendo até mesmo fazer um financiamento para quitá-la. Durante esse período, procure definir quais despesas são prioritárias e tente cortar gastos supérfluos até que você consiga resolver a questão.

Depois disso, é só continuar de olho na sua fatura e pagá-la sempre em dia, mantendo uma vida financeira saudável e tranquila!

Regra de pagamento dos cartões

Cartão de crédito como aliado

Em março de 2017, o governo anunciou novas regras para o uso do rotativo na tentativa de reduzir os juros do cartão. Com a mudança, ele só pode ser usado até o vencimento da fatura seguinte. Ou seja, o consumidor só pode fazer o pagamento mínimo de 15% do cartão por um mês.

Na fatura seguinte, o banco não pode mais rodar a dívida: o cliente paga o valor total ou precisa parcelar a dívida em outra linha de crédito, com o juro mais barato.

Mas ainda não está bom. Em Novembro de 2017, os juros do rotativo do cartão atingiram 333% ao ano. Os juros de parcelamento mais baratos citados acima atingiram 186% ao ano.

Anuidade do Cartão de Crédito

A anuidade do cartão de crédito é uma taxa anual que a empresa de crédito cobra para que você possa ter o “direito” de utilizar o cartão deles. Antes de assinar com uma empresa, preste atenção no valor dessa taxa. Na maioria das vezes é possível negociar e baixar esse valor.

Porém, já existem empresas de cartão de crédito como Nubank ou Digio ou bancos com modalidades de cartão gratuitas. O Banco Inter, ou o Santander Free não cobram anuidade, mas não costumam oferecer o sistema de acúmulos de pontos.

Por isso, é muito importante colocar na balança o que vale a pena. Veja se você ganha mais com as trocas do sistema de pontuação do que paga anualmente para usar seu cartão de crédito.

No Nubank, por exemplo, se você tem R$1.500,00 de fatura mensal, valeria a pena para migrar para a modalidade paga, a Rewards, com anuidade e acúmulo de pontos.

Como você pode perceber, o cartão de crédito não é nenhum bicho de sete cabeças e pode ser seu grande aliado na hora de organizar a vida financeira. Basta saber utilizar com inteligência e planejamento.

Você já se deparou com uma bola de neve por conta dos gastos com o cartão de crédito? Conte para nós sua experiência!

CLIQUE AQUI para conhecer o Programa Mente Rica!

Você também pode gostar

Deixe um comentário