Como a autoconfiança pode ajudar ou atrapalhar investidores

Como a autoconfiança pode ajudar ou atrapalhar investidores

A autoconfiança quando o assunto é investimento é uma faca de dois gumes, pois ao mesmo tempo que pode ajudar os investidores, pode acabar botando tudo a perder.

O problema é que alguns investidores acreditam que sabem tudo sobre investimentos e isso gera sérias consequências.

O ideal é encontrar um meio termo, pois assim a tomada de decisão será bem mais assertiva.

É claro que no mercado financeiro há uma certa incerteza, dependendo do tipo de investimento, alguns com maior risco e outros nem tanto.

Se você já é um investidor ou está pensando em começar a investir, vale a pena dar uma olhada no que preparamos para você. Veja como a autoconfiança pode ajudar (e atrapalhar).

O que é exatamente autoconfiança

A autoconfiança, como o próprio nome já diz, é você acreditar em si mesmo. Isso é bom? Claro que é, mas nas devidas proporções.

E ela é importante em todos os aspectos da sua vida e na questão de investimentos, tanto pode ajudar quanto atrapalhar.

Muitas pessoas se sentem donas de si e acabam não levando em consideração as opiniões de outras pessoas e, principalmente no mercado financeiro, existem especialistas justamente por isso.

E por outro lado, é importante você conhecer e acreditar no investimento que está fazendo.

Entenda agora como a autoconfiança pode ajudar e atrapalhar os investidores.

Como a autoconfiança pode ajudar

Pare um minuto e reflita: se você não acredita no investimento que está fazendo, é bem possível que não seja adequado para o seu perfil e assim, você não alcança as metas que traçou.

E aí é que entra a autoconfiança, pois é ela que vai te motivar e procurar o melhor investimento, além de te ajudar a enfrentar todos os desafios que possam surgir no meio do caminho.

Quando um investidor não tem confiança no que está fazendo, provavelmente não irá tomar a melhor decisão. Ele fica tão inseguro que pode acabar perdendo ótimas oportunidades.

E como a autoconfiança pode ajudar? Você será mais tolerante em relação às oscilações desse mercado, mais disciplinado e, principalmente, vai encontrar o melhor investimento.

Como a autoconfiança pode atrapalhar os investidores

Talvez você esteja se perguntando que para fazer um bom investimento, é essencial saber tudo sobre aquele investimento, mas é aí que está o ponto.

Foi feito um estudo que mostrou que os investidores que possuem uma autoconfiança excessiva, acabam criando expectativas irreais quanto ao rendimento e com isso, acabam atrapalhando seu planejamento financeiro a longo prazo.

Isso pode ser explicado pelo simples fato porque como confiam muito nos seus conhecimentos, há uma tendência de não conseguirem cumprir as metas estabelecidas.

E assim, se veem em uma situação quase meio que “desesperada” de tentar reverter o quadro para recuperar o que perderam.

Algumas pessoas que se consideram acima da média, é óbvio que acreditam que podem ganhar mais dinheiro do que qualquer outro investidor, mas isso nem sempre funciona.

O ideal é encontrar um ponto de equilíbrio, nem autoconfiança a mais nem de menos.

Falta de autoconfiança

A falta de confiança também é um sério problema, principalmente se você não se sente capaz de fazer um ou outro investimento.

E algumas falsas crenças podem acabar te distanciando do seu objetivo, que é ter um ganho financeiro.

Procure fazer uma pesquisa, buscar o máximo de informações possível, converse com especialistas e só entre nesse mercado quando se sentir confiante.

Lembrando que nesse mercado, você precisa tomar muito cuidado por não agir exclusivamente pelas suas emoções. Quando isso acontece, você não consegue enxergar o que é bom e o que não é.

Como a autoconfiança pode ajudar ou atrapalhar investidores

Importância de conhecer a fundo o investimento

Se você é um iniciante no mercado financeiro, se você não tiver nem conhecimento sobre um determinado investimento nem ter uma estratégia definida, pode acarretar sérios problemas no futuro.

É importantíssimo fazer um planejamento, definir objetivos e prazos. E a partir daí, colocar tudo em prática. Lembrando que é essencial ter disciplina.

Um outro ponto é a capacidade de suportar uma frustração, porque isso acaba levando a caminhos mais fáceis, e nem sempre são os corretos.

Por exemplo, imagine aquele investidor que não tem base alguma e fica totalmente perdido por não saber se deve comprar ou vender uma ação?

É claro, com exceção de alguns casos, que ele vai ter prejuízo.

Ter o controle emocional é crucial, especialmente em relação a investimentos mais arriscados, como é o mercado da bolsa de valores.

Saber esperar e ter paciência também é um outro fator primordial, pois isso pode interferir nos seus resultados. Quando uma pessoa fica impaciente e ansiosa, diminui muito as chances de obter o melhor rendimento.

E você sabe que nesse mercado, é comum cometer alguns erros, mesmos os investidores mais experientes. Mas o segredo está em você reconhecer onde errou, corrigir e seguir em frente.

Conclusão

Você viu que a autoconfiança pode ajudar ou atrapalhar os investidores, mesmo aqueles mais experientes.

Por isso que é importante você definir muito bem seus objetivos, se planejar, estudar, procurar saber como anda o mercado e assim, suas chances de conquistar os seus objetivos serão bem maiores.

Mas lembre-se: só invista quando se sentir suficientemente confiante. Caso contrário, estude mais e tente aumentar seu nível de confiança.

Saiba que os investidores mais bem-sucedidos são aqueles que traçam um planejamento estratégico e o seguem. Isso permite uma melhor tomada de decisão e, consequentemente, maiores ganhos.

 

CLIQUE AQUI para conhecer o Sistema 3C da Construção de Riqueza!

Você também pode gostar

Deixe um comentário