6 de junho de 2019

Compulsão por gastar dinheiro: como lidar?

Compulsão por gastar dinheiro: como lidar?

Se você tem compulsão por gastar dinheiro ou conhece alguém que tem, é muito importante entender o que está acontecendo, principalmente se esses gastos estão afetando o orçamento.

De repente, você é do tipo daquelas pessoas que querem aproveitar sempre uma promoção, ou até mesmo se recompensar por alguma coisa.

Só que são gastos totalmente descontrolados e as compras compulsivas, dependendo do nível, pode comprometer sua saúde financeira.

Então, para saber se você tem esse tipo de comportamento, vale a pena ler esse artigo. Além de você entender as causas, vamos te mostrar como lidar com tudo isso.

O que é compulsão por gastar dinheiro

A compulsão por gastar dinheiro nada mais é do que fazer compras e mais compras e sem conseguir se controlar. É quase como um vício.

O grande problema aqui é que pessoas compulsivas, geralmente, procuram buscar satisfação naquele momento da compra, mas não param para pensar se têm ou não dinheiro.

E pior, se esses gastos descontrolados não vão impactar negativamente sua vida financeira. Para você entender melhor, veja abaixo algumas razões que levam as pessoas a ter esse tipo de comportamento.

O que leva à compulsão por gastar dinheiro

Separamos aqui as principais razões que levam uma pessoa a perder o controle na hora das compras:

1. Procurar uma satisfação instantânea

Muitas vezes, você pode estar se sentido ansioso, estressado ou passando por uma fase difícil. E para afastar esses pensamentos negativos, você entra numa loja e compra o que vem pela frente. Só que talvez depois se sinta culpado porque acabou se endividando.

2. Como uma forma de recompensa

É bem provável que você já tenha pensado o seguinte: “Trabalho tanto e tão duro que mereço”. É claro que merece, desde que o que está comprando esteja dentro do seu orçamento.

Alguns especialistas explicam que isso pode estar associado a um problema de autoestima, como se essa compra fizesse se esquecer do problema.

3. Diminuir o estresse

Com a correria do dia a dia, as pessoas estão muito mais estressadas, onde a compulsão por gastar dinheiro é uma forma de reduzir o estresse e se esquecer das preocupações. Só que se você não se contenta apenas em olhar uma vitrine, vai acabar perdendo o controle dos seus gastos.

4. Ficar competindo com outras pessoas

Esse é um tipo de comportamento bem comum, que é quando a pessoa fica se comparando com outras e com o que elas possuem. Cuidado para não comprar mais ou mesmo a gastar muito dinheiro apenas para ter o que os outros possuem.

5. Não ter um planejamento financeiro

Existem pessoas que gastam muito, mas tem tudo sob controle. Mas a grande maioria não tem um planejamento financeiro, e não registram todos os seus gastos. E assim, acabam se perdendo porque não fazem a mínima ideia de quanto têm para gastar.

Compulsão por gastar dinheiro: como lidar?

6. Comprar de forma compulsiva para esquecer os problemas financeiros

Até pode parecer um pouco contraditório, mas saiba que muitas pessoas têm a compulsão por gastar dinheiro para se sentirem melhor diante de algum problema financeiro, por exemplo, a perda do emprego. Certamente, irá piorar a situação e se endividar ainda mais.

Como lidar com a compulsão por gastar dinheiro

Agora que já sabe o que pode te levar a essa compulsão por gastar dinheiro, veja como evitar esse tipo de situação:

  • Toda vez que ficar com uma vontade exagerada de comprar, procure fazer outras coisas para afastar essa vontade. Por exemplo, converse com amigos, dê uma caminhada ou assista a um filme.
  • Antes de entrar em uma loja, reflita muito bem nas consequências dessa compra desnecessária. Pense que se você extrapolar o seu orçamento, as suas dívidas só aumentarão e isso vai te trazer sérios problemas financeiros.
  • Para diminuir o estresse do seu dia a dia, o melhor é buscar por coisas longe de shoppings. Assim, você evita gastar sem necessidade.
  • Cada vez que se comparar a uma outra pessoa e desejar comprar alguma coisa, pense se realmente precisa daquele item. Será que compensa se endividar por isso?
  • Se está passando por um problema financeiro, a última coisa que deve fazer é gastar. É importante entender quais são suas prioridades e os gastos supérfluos.
  • Caso precise realmente de alguma coisa, determine uma data para comprar e não se esqueça de verificar se cabe dentro do seu orçamento.

Como a compulsão por gastar dinheiro afeta sua saúde financeira

Você já viu as principais razões que levam uma pessoa a gastar compulsivamente. O pior de tudo isso são as consequências na sua saúde financeira.

Não tem como ter todos esses gastos extra e depois não ter dinheiro para pagar contas básicas. E o que acontece? Você se endivida.

Por isso que é muito importante você montar um planejamento financeiro, onde vai fazer o registro de todos os gastos. Só assim vai ter uma noção real para onde o seu dinheiro está indo.

Caso as contas não fechem, a dica é reavaliar suas contas e ver como reduzi-las. É muito importante que você consiga poupar todos os meses e, principalmente, ter uma reserva de emergência, no caso de algum imprevisto.

É claro que comprar algum item supérfluo de vez em quando não tem problema, o que não pode é se tornar um hábito.

Conclusão

Você se identificou em algumas dessas situações acima? Caso tenha percebido que tem compulsão por gastar dinheiro, o melhor a fazer é parar e refletir sobre o que está acontecendo.

O melhor de tudo é que tem como lidar com isso, mas só depende de você! É algo que não é difícil, basta seguir as dicas que passamos.

Você tem compulsão por gastar dinheiro? Conte para nós o que faz para controlar o impulso.

CLIQUE AQUI para conhecer o Programa Mente Rica!

Equipe Eduardo Moreira.

Eduardo Moreira

Eleito um dos três melhores economistas do Brasil pela Revista Investidor Institucional, Eduardo Moreira foi apontado pela Universidade da Califórnia como o melhor aluno do Curso de Economia nos últimos 15 anos. Autor de diversos best-sellers, Eduardo foi o primeiro brasileiro a ser condecorado pela rainha Elizabeth II no Castelo de Windsor, em junho de 2012.

Saiba Mais
Deixe um comentário
Você também pode gostar
Porta-voz do #somos70porcento, Eduardo Moreira é capa no jornal Valor Econômico
+
Porta-voz do #somos70porcento, Eduardo Moreira é capa no jornal Valor Econômico “Estão achando que o #somos70porcento tem um prédio, reuniões regulares, um conselho, redigiu um manifesto. Não é nada disso. Até hoje não tem nem um ...
31 de julho de 2020
VÍDEO – Não se pode normalizar as mortes causadas pelo novo coronavírus – Minuto Live
+
VÍDEO – Não se pode normalizar as mortes causadas pelo novo coronavírus – Minuto Live No dia em que o país registra quase 83 mil mortes causadas pela Covid-19, fica o convite para refletirmos sobre as pessoas que se foram. Que sua passagem por este ...
27 de julho de 2020
Intervenção contra Bolsonaro ao Tribunal de Haia – Carta Aberta ao Mundo de Frei Betto
+
Intervenção contra Bolsonaro ao Tribunal de Haia – Carta Aberta ao Mundo de Frei Betto Altos índices de desemprego, precarização do trabalho e mais de 74 mil vidas perdidas em meio à pandemia do coronavírus. Esses são alguns elementos da ...
21 de julho de 2020