O que não pode faltar na sua planilha de gastos

O que não pode faltar na sua planilha de gastos

Você sabia que a melhor maneira de ter uma vida financeira saudável é fazer uma planilha de gastosSó que algumas pessoas ainda pensam que essa planilha apenas deve ser feita quando há um descontrole das finanças, mas é muito importante em qualquer situação, seja favorável ou desfavorável.

A planilha de gastos  pode ajudar muito no controle das suas finanças, pois você consegue ter uma noção real de todas as suas despesas. E, principalmente, quais são os gastos que estão levando ao seu descontrole financeiro.

Através de uma planilha, é possível visualizar com muito mais clareza para onde está indo o seu dinheiro. E a partir daí começar a agir. Veja abaixo todos os itens que não podem faltar na sua planilha. O ideal é não se esquecer de incluir cada um deles.

O que não pode faltar na sua planilha de gastos

Se você já faz uma planilha de gastos, deve saber que alguns itens não devem faltar. Mas será que você sabe quais são eles?

1. Despesas essenciais

O que seriam as despesas essenciais? Como o próprio nome diz, são itens prioritários, como por exemplo:

  • Contas domésticas: luz, água, telefone, aluguel, condomínio, etc.
  • Gastos com supermercado
  • Mensalidade escolar, compra de livros, cursos, etc.
  • Plano de saúde, remédios, etc.
  • Transporte: metrô, ônibus, táxi.
  • Carro: IPVA, seguro, combustível, manutenção, etc.

Todas essas despesas são básicas e como são muitas, é preciso ficar atento para não ser superior a 50% da sua receita.

Mas se você perceber que está gastando muito, vale a pena dar uma revisada e tentar diminuir algumas. Por exemplo, deixar de ir de carro para o trabalho e buscar um transporte público.

2. Gastos variáveis

O que seriam os gastos variáveis? Aqueles eventuais, como a compra de um presente, um almoço no domingo, um teatro, etc.

Muitos consideram como gastos supérfluos, mas tanto você como sua família precisam de momentos de lazer e cuidados pessoais.

O que não pode faltar na sua planilha de gastos

3. Dívidas pendentes

Só a partir do momento que você registra todas as suas dívidas, vai ter uma ideia da sua real situação. Procure detalhar se é cartão de crédito, cheque especial, empréstimo pessoal ou outro tipo de dívida. O primeiro passo é quitar essas dívidas, ou renegociando com seu credor ou até pegando um empréstimo pessoal com juros menores.

É impossível conseguir ter um controle das suas finanças e, consequentemente, uma vida financeira estável e saudável com dívidas pendentes. Os juros cobrados são imensos e se você não agir imediatamente, vai ter muitos problemas no futuro.

Agora, se quiser ser mais detalhista, pode registrar os gastos com cada membro da sua família. Desta forma será possível fazer projeções para os próximos meses.

O que fazer depois de montar a sua planilha de gastos

Depois que você registrou todas as informações, agora é o momento de entender a sua situação financeira real. Será que você está gastando acima do seu orçamento em supérfluos? Ou talvez você tenha percebido que algumas contas estão muito altas.

Então chegou a hora de rever todas elas e tentar reduzir, principalmente porque você quer que sobre algum dinheiro no fim do mês.

O principal objetivo da planilha de gastos é te mostrar onde você pode estar errando e começar a agir para reverter a situação. E voltar a ter uma vida financeira saudável.

Os especialistas são unânimes em afirmar que é fundamental separar uma parte do seu dinheiro todos os meses, e investir.

Definir metas

Tendo em mãos todos os dados da sua planilha de gastos, agora é o momento de você definir metas a curto, médio e longo prazo.

O ideal é começar por metas mais fáceis de serem alcançadas e aos poucos, trace metas mais a longo prazo, como por exemplo, comprar um carro ou trocar de casa.

Quando você estabelece metas, fica muito mais fácil poupar, porque você sabe para que vai ser destinado todo o seu esforço.

Mas lembre-se: nada de traçar metas impossíveis. Caso contrário, você vai se sentir extremamente frustrado por não alcança-las.

Quais as vantagens da planilha de gastos

Então, se você quer ter um maior controle financeiro, é essencial que registre tudo em uma planilha de gastos. Veja as principais vantagens:

A partir do momento que você registra todas as suas despesas e também a sua receita, é possível, comparando os resultados, a começar a fazer algumas mudanças.

A grande maioria das pessoas não fazem a mínima ideia onde gastam e só se dão conta que está faltando dinheiro quando chega o fim do mês e as contas não fecham.

Por isso que a planilha de gastos é tão importante. Você pode montar num simples caderno, numa planilha do Excel, mas saiba que hoje existem diversos aplicativos que podem te ajudar.

É difícil montar uma planilha de gastos?

Não, não é nem um pouco complicado. Basta você ter a disciplina de lançar constantemente todos os seus gastos. É normal deixar para anotar amanhã e de repente, você pode acabar se esquecendo. Crie uma rotina, estabelecendo uma frequência de todos esses registros.

Provavelmente, no final do primeiro mês, ficará surpreso em relação a tantos itens desnecessários que compra. Isso vai te ajudar a tomar melhores decisões em tudo o que se refere ao seu dinheiro.

É praticamente impossível fazer qualquer tipo de projeção para o futuro sem uma vida financeira controlada. Se você ainda não registra todos os seus gastos, comece hoje mesmo. Vai perceber que sua vida vai dar uma guinada.

Você consegue se organizar financeiramente com a planilha de gastos? Conte sua experiência nos comentários!

CLIQUE AQUI para baixar o Ebook Gratuito “Como evitar os 7 Pecados dos Investidores”!

Você também pode gostar

Deixe um comentário