Finanças pessoais: o que é a regra dos 50-15-35?

Finanças pessoais: o que é a regra dos 50-15-35?

A grande questão para muitas pessoas que querem gerenciar melhor suas finanças pessoais é como fazer as despesas se encaixarem dentro de sua renda mensal. Esta não é uma tarefa fácil, uma vez que as necessidades e as tentações do consumidor estão em toda parte.

Para conseguir isso, você precisa conhecer a regra 5-15-35. Isso ajudará a começar a lidar melhor com as finanças pessoais  e na criação de metas para seu orçamento mensal.

Assim você passará a ter mais clareza sobre quanto pode gastar em cada despesa para poder alcançar seus dois primeiros objetivos financeiros:

  1. Pare de fechar o mês no vermelho
  2. Comece a economizar dinheiro

Existem várias maneiras de organizar esses objetivos.  Uma delas é aplicar a regra de 50-15-35. Ter um orçamento controlado não será mais desafio para você, uma vez que estiver dominando esta regra.

O que é a regra dos 50-15-35?

É muito simples, você só precisa dividir suas despesas em três tipos: essenciais, prioridades financeiras e despesas relacionadas ao estilo de vida, depois separe as três em parcelas destinando uma parte da sua renda para cada qual, veja abaixo.

50% para gastos essenciais

15% para prioridades financeiras

35% para despesas relacionadas ao estilo de vida

Essa divisão facilita e muito na organização e controle dos gastos, identificando assim os vilões do seu orçamento. Você já ouviu falar dessa regra? A boa notícia é que a regra de 50-15-35 funciona de maneira simples e fácil.

A partir de agora, é hora de alocar sua renda para suas despesas mensais, você considerará três grupos principais:

50% para despesas essenciais:

As despesas essenciais incluem todas as despesas necessárias para você manter as suas necessidades básicas do dia-a-dia: moradia, educação, saúde, transporte e alimentação são exemplos.

Além disso, as despesas que se enquadram nesta categoria incluem aluguel, conta de luz, gás, telefone, escola, tarifa de ônibus, gasolina, plano de saúde, remédios, terapia e supermercado.

Finanças pessoais: o que é a regra dos 50-15-35?

15% para prioridades financeiras:

Existem duas possibilidades para as suas prioridades financeiras, dependendo da sua situação financeira:

#1. Se você está em dívida: Sua prioridade financeira será liquidar suas dívidas. Lembre-se de que, dependendo da gravidade de sua situação financeira, você pode precisar gastar mais de 15% de sua renda para resolvê-lo. Neste caso, você terá que compensar cortando gastos nos outros dois grupos: estilo de vida e gastos essenciais.

#2. Se você não está endividado: a prioridade financeira será poupar parte de sua renda para atingir suas metas de médio e longo prazo. Economizando 15% da renda por mês, seu primeiro objetivo financeiro deve ser a construção de uma reserva financeira de três a seis meses de salários, para proteger os momentos de incerteza da vida e não precisar recorrer ao cheque especial sempre que encontrar uma despesa inesperada.

35% para manter seu estilo de vida:

Com despesas essenciais em ordem e prioridades financeiras garantidas, você é livre para usar os 35% restantes para o que lhe dá prazer.

As despesas relacionadas ao seu estilo de vida são aquelas que não são essenciais (isto é, podem ser cortadas em um momento de aperto), mas são importantes para você se divertir e curtir a vida: bares e restaurantes, clube, academia, salão de beleza, viagens TV a cabo, assinaturas de revistas e compras no shopping são exemplos.

O grande segredo é entender que as despesas relacionadas ao estilo de vida devem vir depois que você já cuidou dos seus gastos essenciais e de suas prioridades financeiras.  Nesta situação, você está livre para gastar, sem culpa.

Se seu objetivo é economizar categorias relacionadas ao estilo de vida são as que têm maior potencial de redução de gastos.

Realize os ajustes e acompanhe as finanças

Depois que suas despesas já estiverem listadas e separadas de acordo com a regra 50-15-35, é possível fazer alguns ajustes para uma melhor adequação.

Se perceber que extrapolou em alguma categoria, elimine o mais rápido possível o gasto, as despesas relacionadas com o estilo de vida são as mais fáceis de serem cortadas por serem consideradas supérfluas.

Também é possível economizar com gastos essenciais, como conta de energia e celular, é tudo uma questão de hábito e adequação.

O acompanhamento das suas finanças é um passo indispensável para saber se está tudo correndo bem com o seu dinheiro e sua divisão das parcelas.

Depois de seguir a regra acima, você terá um equilíbrio financeiro do qual se orgulhará em pouco tempo. Tudo que precisa é disciplina e as coisas vão se mover suavemente a seu favor. Se você não tem mantido registros de suas receitas e despesas, agora é um ótimo momento para começar.

E você, já conhecia a regra dos 50-15-35? Está pronto para começar a usá-la no dia a dia e mudar suas finanças? Comente!

CLIQUE AQUI para conhecer o Sistema 3C da Construção de Riqueza!

Equipe Eduardo Moreira.

Você também pode gostar

Deixe um comentário